Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
Home / Blogueando / Blogueando – Caiçara

Blogueando – Caiçara

A coluna de hoje recebe o nome do mais importante e tradicional morador destas belas paragens!!!

 

Cerveja Artesanal

Agora vamos falar sobre o Festival de Cerveja Artesanal, ocorrido há algumas semanas na cidade, mais precisamente na Praça da Cultura, no centro da cidade. O que todos pensavam ter sido mais um evento, era na verdade mais uma presepada da dona Prefeitura através do Turismo.

 

Preteridos

Soubemos por fontes que os Cervejeiros locais não puderam participar do evento, pelo simples fato de não terem o registro do Ministério da Agricultura.

 

MAPA

Para quem não sabe o registro para Cervejeiros Artesanais no Ministério da Agricultura é chamado de MAPA – Ministério da Agricultura – Produção Artesanal.

 

Lei

Até aí tudo certo, pois a lei é para ser seguida. Não acredito que estou escrevendo isso sobre a Prefeitura e que a Prefeitura fez isso!!!

 

De Fora

Mas como diz o ditado: Tudo que é bom dura pouco!!! Soubemos que os participantes do Festival eram Cervejeiros de fora da cidade e que também não tinham o registro do Ministério.

 

Comprova

As nossas fontes comprovaram perguntando para os participantes e verificando as garrafas, que não continham o número do registro, o que é obrigatório!!!

 

Desmerecendo

Se por um lado cumpriu a lei proibindo os irregulares, porque trouxe irregulares de outras cidades??? Quando você pensa que o negócio vai andar, degringola de novo!!!

 

Valores

Segundo apuramos o valor de cada stand no Festival estava orçado em R$ 700,00 No local estiveram presentes também alguns Food Trucks, que não são da cidade também, é claro!!!

 

Turismo

Se pensarmos a fundo, a questão dos Cervejeiros Artesanais poderia ser usada na difusão e melhoria do Turismo na cidade. Pense que entre uma praia, um ponto turístico e um merecido descanso no hotel, uma visita a uma Cervejaria Artesanal com ares marinhos seria uma bela opção.

 

Proposta

Ao que parece não haviam interessados em participar do evento e não se sabe a razão da falta de interesse. Com base nisso o Turismo perguntou para um empresário se ele não poderia participar, fornecendo as brejas para o evento.

 

Recusa

Fomos informados que o dito empresário recusou a proposta, por achar desleal para com os bares, quiosques e restaurantes da cidade, que vivem da venda destas loirinhas suadas e deliciosas!!!

 

Continua

Mas a presepada não parou por aí: Segundo outras fontes antes de firmar parceria com os participantes do Festival da Cerveja Artesanal, foi proposto para um empreendedor local que vendesse as cervejas que distribui para serem servidas no evento, ou seja, se não queria participar que pelo menos vendesse para que o evento fosse realizado.

 

Negativa

De acordo com as informações houve negativa por parte do empreendedor, pois fazendo isso estaria comprometendo os fornecedores locais, que vivem o dia a dia na cidade e seriam prejudicados com essa medida.

 

Nomes

Apuramos que no início a participação foi proposta pelo Turismo e posterior a isso, a venda dos produtos por uma pessoa de nome Tiago, da cidade de Campinas, que estaria na organização do evento.

 

Único

A ideia, segundo nos informaram era para não ter participante nenhum, mas sim, apenas um, que faria o evento solitariamente.

 

Não deu certo

Pelo visto a ideia não deu certo e acabaram por trazer participantes de fora da cidade e o pior, participantes que também estavam irregulares perante o Ministério da Agricultura.

 

Preparação

O Turismo já não faz eventos com a devida preparação e estimativa de retorno para a pasta que deveria e ainda me faz toda esta presepada???

 

Organização

Assim como o Turista, os eventos relacionados ao Turismo devem ser analisados e preparados para que se encaixem no perfil daquele que nos visita e do morador local.

Sobre Pedro Monte-Mór

Pedro Monte-Mór tem 54 anos, é Jornalista Profissional, formado pela Universidade de Taubaté em 1986 e Pós-Graduado pela mesma Universidade em Assessoria de Imprensa, Gestão da Comunicação e Marketing em 2005. Carioca de nascença mora em Caraguatatuba há 44 anos e incorporou-se ao modo de vida paulista. O início da sua vida profissional se dá na década de 80, quando fez Free Lance para a Rádio Oceânica – AM 670 e Jornal Expressão Caiçara. No período universitário trabalhou de 1984 a 1986 na GAZETA DE TAUBATÉ, sob o comando do Jornalista Djalma Castro e como Correspondente em Taubaté do extinto JORNAL DO VALE, de São José dos Campos no ano de 1986. Trabalhou para o SEBRAE Litoral Norte – Regional São José dos Campos, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba de 1989 a 1992, além de diversas outras entidades de classe, Como ACE (Jornal do Comércio) e AEAA-C (Jornal dos Engenheiros), sempre na direção Editorial. Prestou Assessoria de Imprensa para a Praiamar Transportes. Fundou os jornais O NOROESTE e NOROESTE NEWS em Caraguatatuba, respectivamente de 1997 a 1998 e de 1998 a 1999. Foi Correspondente do JORNAL IMPRENSA LIVRE, de São Sebastião, o único diário do Litoral Norte do Estado de São Paulo, de 1992 a 1996 e de 1999 a 2001. Trabalhou como Assessor de Comunicação da Câmara Municipal de Caraguatatuba de 2001 a 2012, exercendo também as funções de Relações Públicas, Cerimonialista e Mestre de Cerimônias. Exerceu função na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Sebastião de Agosto de 2013 a Julho de 2014 e escreveu para o Jornal InfoImóveis de Dezembro de 2013 a Fevereiro de 2014. Ministrou aulas na UNIP em São José dos Campos (Marketing Político) e no Módulo – Comunicação (Fotografia e Teoria da Comunicação). Atualmente ministra aulas no IBRAP (Instituto Brasileiro de Administração Pública), nos cursos de Ouvidoria, Assessoria de Comunicação, Estruturação de Assessoria de Comunicação e Media Training.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Criado por Invicta Code