Como nasceram os Terroristas???

O terror tornou-se comum, parte do dia-a-dia há cerca de 4 décadas. Não estou falando dos filmes de Stephen King, do Jason de Sexta-Feira 13, de certas pessoas desnudas ou até cantando.

Falo de grupos organizados que visam expulsar aqueles que consideram inimigos ou invasores de suas terras. Podemos citar alguns destes grupos como o Haganá de Israel, Sendero Luminoso do Peru, Bainder Meinhof da Alemanha, Tupamaros do Uruguai, MR-8 do Brasil, Ira da Irlanda, ETA da Espanha dentre outros.

Os terroristas nasceram da contrariedade de certos governos ou pela “invasão” de alguns países, que vem com a intenção de apaziguar os problemas existentes ou a convite dos governos para apoiar ações pseudo-democráticas.

Sobre a invasão e o convite gostaria de frisar que algumas nações como os Estados Unidos, a Rússia, Inglaterra e outros, tratam o mundo como se ele fosse uma imensa cidade e o país dele a delegacia central, pronta para agir como Polícia, resolvendo questões como se tivesse poder na “cidade-mundo”.

Enraivados, grupos locais atacam instalações dos invasores ou o próprio quintal do país convidado a ajudar. Na verdade, não haveriam terroristas se não existissem países que ainda insistem em dominar outras nações, tentando garantir a subsistência de seu povo com a humilhação e morte de seus dominados.