Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
Últimas Notícias
Home / Textos para Jornais / Como será e estará Caraguatatuba em 2024???

Como será e estará Caraguatatuba em 2024???

Caraguatatuba

No dia 20 de abril de 2014 a nossa querida e amada Caraguatatuba estará completando 157 anos de Emancipação Político-Administrativa com vários eventos, inaugurações e outras tantas atrações. Normalmente a imprensa comemora e acompanha o aniversário da cidade, retratando como o município era antes e como está agora.

O Jornal Info Imóveis vai utilizar o gancho ao contrário, ou seja, ao invés de analisarmos o passado vamos para o futuro, ou melhor, como ficará a cidade nos próximos 10 anos??? Ao contrário do costume jornalístico este texto merecerá 90% de inspiração e 10% de transpiração. Você já imaginou a sua cidade daqui a 10 anos???

Estamos em 20 de abril de 2024 e Caraguatatuba comemora 167 anos de emancipação, o que é diferente do Dia do Padroeiro, que se comemora em 13 de junho, Dia de Santo Antonio. A nossa cidade está diferente e muito aconteceu nestes últimos 10 anos. Progressista, Moderna, atualizada, vanguardista, desorganizada ou desestruturada??? Isso fica a cargo do leitor analisar ao final deste texto.

Lembramos que este texto vai retratar a cidade apenas no âmbito do Meio Ambiente, do Desenvolvimento Imobiliário, da Construção Civil, da Moradia e Qualidade de Vida, temas frequentes deste periódico mensal dirigido a este ramo.

Estamos em abril de 2024, o clima apresenta mudanças vertiginosas nos últimos 10 anos. Os verões têm sido mais quentes e os invernos mais rigorosos, fato esse que alterou a concepção das construções na cidade e região, modificando a construção de telhados, calhas, lajes, forrações, impermeabilizações, elétrica, sustentabilidade, esgoto, dentre outros. Conciliar uma residência, seja térrea, sobrado ou Multifamiliar que seja refrescante no verão e aquecida no inverno é o maior desafio dos profissionais da construção civil.

Depois de muito discutir e de 3 anos de atraso o trecho de serra da Tamoios ficou pronto. Em 2022 o turista, veranista ou morador do litoral ganha um acesso exclusivo para subir ou descer a serra, o que valoriza a região e aumenta em pelo menos 40% o volume de turistas na região, principalmente em Caraguatatuba, que nestes 10 anos aumentou a população em pelo menos 50%, chegando a casa dos 160 mil habitantes. Os Contornos Norte e Sul ficaram prontos em 2020 e devido a demora da Tamoios já tinha morador achando que a bagunça toda que antecedeu a obra foi feita para nada. O que ajudou foi o tráfego dividido, entre o Contorno e a SP-55, principalmente para São Sebastião. Nem bem a Tamoios ficou pronta e a campanha do momento é a da duplicação da Rodovia Oswaldo Cruz, que liga Ubatuba a Taubaté.

Voltando aos 160 mil habitantes de Caraguatatuba um fato deve ser mencionado. Como São Sebastião manteve-se firme na decisão de não construir habitações Multifamiliar, boa parte dos moradores são oriundos da vizinha São Sebastião, obrigando a Prefeitura a replanejar o Plano Diretor, com a quase extinção da área rural da cidade para a construção de condomínios e conjuntos residenciais. Estas mudanças arrastaram o crescimento de Caraguá, concentrado na região do Serramar Shopping, para a zona norte da cidade, aumentando a densidade demográfica em bairros como Massaguaçu, Capricórnio, Getuba e na chamada “Vila da Miséria”, no bairro da Tabatinga.

Todas estas mudanças criaram uma revolução no transporte público. Cogitou-se a construção de um VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), mas o crescimento desordenado não deixou espaço para tal obra. Graças a uma força tarefa com membros da Prefeitura, Governo do Estado e Governo Federal está nascendo o projeto de transporte pelo mar. As chamadas VATP (Veículo Aquático de Transporte de Pessoas), popularmente conhecidas pelo povo como “Vatapá” ou “Vapt Vupt” já está saindo do papel, com tempo estimado de 40 minutos entre Caraguá e Ubatuba e de 20 minutos entre Caraguá e São Sebastião, já contando com as paradas nos diversos pontos projetados, como Massaguaçu, Maranduba, Praia Grande, Porto Novo, Canto do Mar e Pontal da Cruz. Estuda-se também um bilhete integração para aqueles que desejam ir para Ilhabela.

A Sabesp está em festa. Após 2 anos do final das obras agendadas desde o final do século 20, comemora-se a assinatura de mais verbas, agora para a manutenção e ampliação das redes de esgoto, água limpa e captação. Apenas para frisar o sonho dos 100% para a água na região não foi conquistado, devido ao aumento da população.

A Bandeirante de Energia aumentou o número de subestações em diversos bairros da cidade para conter o aumento da população na cidade e região, que resultaram em diversos apagões em Feriados prolongados e nas férias de Verão de 2021 e no Réveillon de 2022. A concessionária tem projeto para implantar Usina de energia Eólica ou uma Usina Termoelétrica, que estão sendo analisados pela Prefeitura e Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Os locais ainda não foram escolhidos.

A novidade foi a implantação da linha de gás residencial, pela Comgás. Iniciado em 2016 o projeto levou 5 anos para ser discutido e analisado e outros 8 anos para sua total implantação, que deverá encerrar em 2029, cobrindo pelo menos 75% de todo o Litoral Norte e pelo menos 60% de cada cidade da região, com exceção de Ilhabela.

Em termos de Meio Ambiente a situação é um pouco mais cômoda comparada com outros quesitos. O aumento na porcentagem de água encanada e de esgoto da Sabesp favoreceu a balneabilidade das praias, mas não contempla um cenário de total limpeza. Pelo menos 18% das praias ainda apresentam problemas em suas águas.

Em Caraguá as vias de acesso foram na sua maioria pavimentadas e na casa dos 40% duplicadas e criadas, para conter o avanço no trânsito e o aumento da população. A tão sonhada divisão de elevadores comemorou o seu quinto aniversário de criação na Prefeitura com o fantástico índice de 1.600 elevadores vistoriados em um ano. Nestes 10 anos mudanças ocorreram no cenário local das moradias na cidade. O centro foi dividido entre a parte mais antiga e as proximidades do Serramar Shopping. O bairro do Indaiá voltou a ser o local das elites locais. Já o Condomínio Costa Verde Tabatinga perdeu a hegemonia para os novos Condomínios nascidos nas praias de Massaguaçu, Cocanha e Mococa.

O preço dos aluguéis saltou para as alturas, não por contingência do mercado, mas sim pela falta de imóveis em decorrência do crescimento do município. A base de Gás da Petrobrás e a futura Refinaria a ser construída em área anexa são parte integrante destas mudanças.

Os conjuntos habitacionais de baixa renda, as chamadas “favelas” ganharam certo destaque durante este período e a demora nas decisões judiciais foi a complicação necessária para brecar projetos residenciais federais como o “Minha Casa Minha Vida”. A densidade demográfica é tão grande na Caraguatatuba de 2024 que não há espaço para próprios municipais ou estaduais, a não ser que se desembolse uma elevada soma em dinheiro para desapropriação.

Com todos estes altos e baixos Caraguatatuba mantêm um bom índice no IDH, ainda é considerada uma “boa cidade para se criar os filhos”, mantêm um favorável movimento turístico, um índice de criminalidade mediano e um nível de vida satisfatório para o desenvolvimento das famílias.

Sobre Pedro Monte-Mór

Pedro Monte-Mór tem 54 anos, é Jornalista Profissional, formado pela Universidade de Taubaté em 1986 e Pós-Graduado pela mesma Universidade em Assessoria de Imprensa, Gestão da Comunicação e Marketing em 2005. Carioca de nascença mora em Caraguatatuba há 44 anos e incorporou-se ao modo de vida paulista. O início da sua vida profissional se dá na década de 80, quando fez Free Lance para a Rádio Oceânica – AM 670 e Jornal Expressão Caiçara. No período universitário trabalhou de 1984 a 1986 na GAZETA DE TAUBATÉ, sob o comando do Jornalista Djalma Castro e como Correspondente em Taubaté do extinto JORNAL DO VALE, de São José dos Campos no ano de 1986. Trabalhou para o SEBRAE Litoral Norte – Regional São José dos Campos, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba de 1989 a 1992, além de diversas outras entidades de classe, Como ACE (Jornal do Comércio) e AEAA-C (Jornal dos Engenheiros), sempre na direção Editorial. Prestou Assessoria de Imprensa para a Praiamar Transportes. Fundou os jornais O NOROESTE e NOROESTE NEWS em Caraguatatuba, respectivamente de 1997 a 1998 e de 1998 a 1999. Foi Correspondente do JORNAL IMPRENSA LIVRE, de São Sebastião, o único diário do Litoral Norte do Estado de São Paulo, de 1992 a 1996 e de 1999 a 2001. Trabalhou como Assessor de Comunicação da Câmara Municipal de Caraguatatuba de 2001 a 2012, exercendo também as funções de Relações Públicas, Cerimonialista e Mestre de Cerimônias. Exerceu função na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Sebastião de Agosto de 2013 a Julho de 2014 e escreveu para o Jornal InfoImóveis de Dezembro de 2013 a Fevereiro de 2014. Ministrou aulas na UNIP em São José dos Campos (Marketing Político) e no Módulo – Comunicação (Fotografia e Teoria da Comunicação). Atualmente ministra aulas no IBRAP (Instituto Brasileiro de Administração Pública), nos cursos de Ouvidoria, Assessoria de Comunicação, Estruturação de Assessoria de Comunicação e Media Training.

Criado por Invicta Code