Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
Home / Coluna Política / Discussão política vaza nas Redes Sociais

Discussão política vaza nas Redes Sociais

Whatsapp 1

 

Uma crise política pode ser deflagrada de várias maneiras e gerar sérias proporções. Vazou pela Rede Social WhatsApp uma discussão política entre ex-candidatos, um do Legislativo e outro do Executivo. A conversa, que no total ultrapassa os 4 minutos e foi dividida em 4 arquivos fala em promessa de emprego não cumprida, pressão e até Deus, que citado várias vezes aparece na conversa.

O caso ocorreu no dia 15 de Fevereiro e imediatamente foi distribuído nas Redes Sociais, por intermédio de alguém que teria recebido os arquivos e que não foi identificado. O Site CONTRA & VERSO recebeu no mesmo dia a noite através de uma fonte.

Arquivos deste tipo e com teor similar costumam disseminar nas Redes Sociais em minutos para um número incontável de pessoas, que ao receberem, comentam e repassam para outras pessoas, numa verdadeira “Bola de Neve”.

Por questões Jurídicas os nomes dos interlocutores não serão revelados e no texto a seguir, serão identificados como ex-Candidato 1 e ex-Candidato 2.

A conversa, que se tornou uma discussão de tom ríspido inicia com o ex-Candidato 1 parabenizando o ex-Candidato 2 pela conquista e pede para não esquecer daqueles que vestiram a camisa nesta e em outras campanhas. Continua dizendo que 4 anos passam rápido e que um número irrisório de votos perdem uma eleição, o que pode ocorrer com ele também. O ex-Candidato 1 alega que não irá procura-lo e vai aguardar, pois foi procurado para ajudar e espera ser procurado novamente.

No segundo arquivo o ex-Candidato 2 responde, informando que estão trabalhando, ao mesmo tempo que confirma o compromisso com todo mundo. O ex-Candidato 2 corrige o ex-Candidato 1 quanto ao número irrisório de votos e que deve isso a todos. Confessa que o ex-Candidato 1 é amigo mas não admite pressão e que se precisar dele, vai procura-lo. Salienta que não esqueceu e não irá esquecer de ninguém. Ainda no mesmo arquivo o ex-Candidato 2 frisa que as alegações do ex-Candidato 1 se referem a emprego, mas que ele não tem como empregar a todos e que são apenas 2 (dois) meses de governo e o ex-Candidato 1, como Caiçara que é, precisa dar tempo para ele trabalhar. Frisa mais uma vez o ex-Candidato 1 o está pressionando, respondendo com uma gíria característica de seu vocabulário, reiterando que não gosta de pressão e se coloca como companheiro para caramba. O ex-Candidato 2 finaliza este arquivo dizendo estar ao dispor mas que não gosta de pressão.

No terceiro arquivo da famosa conversa o ex-Candidato 1 responde que não está pressionando e não esta pedindo nada, nem dinheiro e muito menos um cargo, mas apenas reproduzindo palavras do ex-Candidato 2 e que não precisa de nada que venha dele, reforçando o fato de ser Caiçara e que trabalha desde os 11 anos e não precisa do ex-Candidato 2 se Deus quiser, pois o Deus dele é maior. O ex-Candidato 1 afirma não admitir mentira e muito menos o velho jogo do prometer e não fazer, pois faria algo ligado a música para o ex-Candidato 2, pedindo para Deus abençoá-lo e que ele faça uma Administração correta como disse que faria. Afirma que irá cobrar tudo que souber e lhe for passado, seja na Saúde, na Educação e IPTU, postando tudo em todos os locais. O ex-Candidato 1 afirma com clareza não precisar do ex-Candidato 2 para nada e muito menos da Prefeitura, pois ele tem um Deus maior e o ex-Candidato 2 nunca irá falar de pressão. Finaliza este arquivo ressaltando ser profissional com vários cursos, como eletricidade e que não depende do ex-Candidato 2.

A conversa termina com o arquivo 4 onde o ex-Candidato 2 acha ótimo não precisar dele e fala para não misturar Deus na conversa, pois o Deus do ex-Candidato 1 é igual ao do ex-Candidato 2. Termina o arquivo e o “bate boca” deixando claro que um não precisa do outro e sendo assim, acabou e ponto final. Tchau Tchau!!!

Quando todos pensavam que a discussão teria terminado, o ex-Candidato 1 manteve o tom de desabafo, publicando nos dias que se seguiram, nas Redes Sociais, reclamações quanto a situação da Prefeitura e da cidade em diversos pontos, principalmente na Saúde Pública.

O Site de Notícias CONTRA & VERSO procurou os interlocutores da conversa/desabafo para falarem sobre o assunto e por diversas vezes ligou para seus respectivos telefones, bem como solicitou contato com o ex-Candidato 2 através dos canais oficiais, sem conseguir sucesso.

Sobre Pedro Monte-Mór

Pedro Monte-Mór tem 54 anos, é Jornalista Profissional, formado pela Universidade de Taubaté em 1986 e Pós-Graduado pela mesma Universidade em Assessoria de Imprensa, Gestão da Comunicação e Marketing em 2005. Carioca de nascença mora em Caraguatatuba há 44 anos e incorporou-se ao modo de vida paulista. O início da sua vida profissional se dá na década de 80, quando fez Free Lance para a Rádio Oceânica – AM 670 e Jornal Expressão Caiçara. No período universitário trabalhou de 1984 a 1986 na GAZETA DE TAUBATÉ, sob o comando do Jornalista Djalma Castro e como Correspondente em Taubaté do extinto JORNAL DO VALE, de São José dos Campos no ano de 1986. Trabalhou para o SEBRAE Litoral Norte – Regional São José dos Campos, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba de 1989 a 1992, além de diversas outras entidades de classe, Como ACE (Jornal do Comércio) e AEAA-C (Jornal dos Engenheiros), sempre na direção Editorial. Prestou Assessoria de Imprensa para a Praiamar Transportes. Fundou os jornais O NOROESTE e NOROESTE NEWS em Caraguatatuba, respectivamente de 1997 a 1998 e de 1998 a 1999. Foi Correspondente do JORNAL IMPRENSA LIVRE, de São Sebastião, o único diário do Litoral Norte do Estado de São Paulo, de 1992 a 1996 e de 1999 a 2001. Trabalhou como Assessor de Comunicação da Câmara Municipal de Caraguatatuba de 2001 a 2012, exercendo também as funções de Relações Públicas, Cerimonialista e Mestre de Cerimônias. Exerceu função na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Sebastião de Agosto de 2013 a Julho de 2014 e escreveu para o Jornal InfoImóveis de Dezembro de 2013 a Fevereiro de 2014. Ministrou aulas na UNIP em São José dos Campos (Marketing Político) e no Módulo – Comunicação (Fotografia e Teoria da Comunicação). Atualmente ministra aulas no IBRAP (Instituto Brasileiro de Administração Pública), nos cursos de Ouvidoria, Assessoria de Comunicação, Estruturação de Assessoria de Comunicação e Media Training.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Criado por Invicta Code