Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
Últimas Notícias
Home / Textos Diversos / Impasse na divulgação dos números do Censo Religioso

Impasse na divulgação dos números do Censo Religioso

Censo Religioso_Padre Mauro 4

 

A Diocese de Caraguatatuba ainda não divulgou os números do Censo Religioso elaborado por ela em março de 2015, programa que faz parte de um evento dividido em cinco etapas num período de cinco anos. Em julho do ano passado os Pesquisadores Missionários já haviam entrevistado mais de 70% do Litoral Norte.

O Censo Religioso faz parte de um Projeto intitulado “Construindo Comunhão”, idealizado pelo Bispo Diocesano Don José Carlos Chacorowski e que foi dividido em cinco anos, onde o Censo ocupa o ano 1. Em resumo o Censo Religioso nada mais é do que uma pesquisa de campo, onde a Diocese deseja saber quantos Católicos Romanos existem no Litoral Norte, qual a condição deles e as quantas andam suas relações e opiniões sobre a igreja.

A responsabilidade pela elaboração, apuração, mensuração e divulgação do Censo Religioso no Litoral Norte está a cargo do Padre Mauro José Ramos, Coordenador Diocesano de Pastoral e Pároco da Igreja São João Batista, no bairro do Poiares, na zona sul da cidade.

Segundo o Padre Mauro Ramos a pesquisa poderia ser feita por Amostragem, onde um número de Católicos seria entrevistado e depois de ouvidos uma média e estimativa seriam dadas englobando toda a cidade. Uma alternativa seria a de utilizar o Missionário e cobrir toda a área do município, casa por casa, rua por rua, bairro por bairro em todo o Litoral Norte. Os trabalhos tiveram início em março deste ano.

De acordo com Mauro Ramos foram capacitados e trabalham de forma voluntária, cerca de 600 pessoas em todo o Litoral Norte, numa média acima de 30 pessoas por cada uma das 18 Paróquias da região assim distribuídas; 7 em Caraguatatuba, 5 em Ubatuba e 6 entre São Sebastião e Ilhabela, sendo que a maioria é de mulheres, na proporção de 70%. Os entrevistadores capacitados tiveram instrução também do pessoal do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – em São Sebastião e do Censo da Igreja Católica. Os entrevistadores receberam como material de trabalho uma planilha, pasta, bolsa, jaleco, caneta e crachá como mostra o Padre Mauro Ramos na foto.

Para realizar o Censo Religioso os entrevistadores visitaram Condomínios, casas de Veraneio, Pousadas, Hotéis e os bolsões de Miséria e Drogas. Os últimos números citados falam em índices que chegam a 78% de Caraguatatuba, 68% de Ubatuba e 78% entre São Sebastião e Ilhabela, perfazendo uma média de mais de 70% de todo o Litoral Norte de entrevistas realizadas. As últimas informações davam conta de que alguns setores de algumas cidades já encerraram seu trabalho, como a Santo Antonio e a Santa Terezinha em Caraguatatuba e algumas localidades de Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela.

Na época Padre Mauro Ramos informou que os números estavam sendo aferidos e não seriam divulgados de forma preliminar, mas somente quando terminar o trabalho. Ao mesmo tempo o Pároco identificou que os Católicos não estavam em todos os lugares do Litoral Norte, que os enfermos desconheciam que podiam receber visitas e unção e que a maioria das pessoas se divide entre Católicos Romanos e Evangélicos, com as outras religiões ocupando porcentagens menores. Ainda naquela época a Coordenação contou que os entrevistadores foram bem acolhidos na maioria dos locais no Litoral Norte, com exceção se deu em Ubatuba, onde os Missionários foram recebidos com repulsa e agressividade em alguns bairros.

A pesquisa tinha previsão de encerramento em março de 2016 com os dados compilados totalmente em Caraguatatuba entre abril ou maio, mas devido a alguns projetos paralelos da Diocese a tabulação seria finalizada em julho, com uma apresentação prévia em agosto e o encerramento da fase 1 em outubro. O custo aproximado desta pesquisa chega a casa dos r$ 20 mil.

Atualmente as informações sobre o Censo Religioso são controversas. De acordo com a Secretaria da Diocese ocorreram atrasos na tabulação e divulgação dos números da pesquisa, tendo em vista o pedido de demissão de alguns funcionários do segundo escalão que cuidavam do programa, com a divulgação oficial acontecendo dentro do possível.

Segundo apurou o Site CONTRA & VERSO as porcentagens apuradas já mostram um quadro que chega próximo a totalidade e a realidade da situação na região, com a sua divulgação sendo feito após aprovação do Clero se achar que os dados e índices sejam interessantes para isso.

Sobre Pedro Monte-Mór

Pedro Monte-Mór tem 54 anos, é Jornalista Profissional, formado pela Universidade de Taubaté em 1986 e Pós-Graduado pela mesma Universidade em Assessoria de Imprensa, Gestão da Comunicação e Marketing em 2005. Carioca de nascença mora em Caraguatatuba há 44 anos e incorporou-se ao modo de vida paulista. O início da sua vida profissional se dá na década de 80, quando fez Free Lance para a Rádio Oceânica – AM 670 e Jornal Expressão Caiçara. No período universitário trabalhou de 1984 a 1986 na GAZETA DE TAUBATÉ, sob o comando do Jornalista Djalma Castro e como Correspondente em Taubaté do extinto JORNAL DO VALE, de São José dos Campos no ano de 1986. Trabalhou para o SEBRAE Litoral Norte – Regional São José dos Campos, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba de 1989 a 1992, além de diversas outras entidades de classe, Como ACE (Jornal do Comércio) e AEAA-C (Jornal dos Engenheiros), sempre na direção Editorial. Prestou Assessoria de Imprensa para a Praiamar Transportes. Fundou os jornais O NOROESTE e NOROESTE NEWS em Caraguatatuba, respectivamente de 1997 a 1998 e de 1998 a 1999. Foi Correspondente do JORNAL IMPRENSA LIVRE, de São Sebastião, o único diário do Litoral Norte do Estado de São Paulo, de 1992 a 1996 e de 1999 a 2001. Trabalhou como Assessor de Comunicação da Câmara Municipal de Caraguatatuba de 2001 a 2012, exercendo também as funções de Relações Públicas, Cerimonialista e Mestre de Cerimônias. Exerceu função na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Sebastião de Agosto de 2013 a Julho de 2014 e escreveu para o Jornal InfoImóveis de Dezembro de 2013 a Fevereiro de 2014. Ministrou aulas na UNIP em São José dos Campos (Marketing Político) e no Módulo – Comunicação (Fotografia e Teoria da Comunicação). Atualmente ministra aulas no IBRAP (Instituto Brasileiro de Administração Pública), nos cursos de Ouvidoria, Assessoria de Comunicação, Estruturação de Assessoria de Comunicação e Media Training.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Criado por Invicta Code