O Carnaval é a maior festa pagã, a mais popular manifestação popular deste país, que reúne o povo em torno de comemorações que vão desde bailes a céu aberto até desfiles de Escolas de Samba, passando pelos Blocos, sejam eles oficiais ou não. O Carnaval é receita certa para o Turismo??? Pode apostar que sim!!!

E qual seria a receita certa para transformar o Carnaval em benefício para o Turismo??? Investimentos no setor trariam não apenas lucros para o evento, como favoreceriam boa parte da população local.

No passado, uma Primeira Dama, de cunho mais assistencialista pensava ser melhor dar o peixe para o necessitado comer. A sua sucessora veio em seguida e mudou as regras e com pensamentos mais empreendedores tinha como praxe que o ideal seria ensinar o menos abastado a pescar, pois ele teria mais valor quando comesse o peixe pescado.

Não vamos aqui condenar ou elogiar as atitudes tomadas por estas senhoras, mas penso que um meio termo entre estas duas atitudes poderia muito bem resultar num Carnaval de referência e com lucros para o Turismo da cidade.

Não pense que é um sonho impossível transformar, nas devidas proporções, o Carnaval de Caraguatatuba num evento de fama e referência como o festejos de Momo no Rio de Janeiro e com a grandiosidade do que foram os Carnavais de Piracicaba e Guaratinguetá. Logicamente que para tudo isso acontecer é necessário planejamento, investimento, organização e muita disciplina e administração.

A primeira ação seria reativar a Lencac – Liga das Entidades Carnavalescas de Caraguatatuba, simultaneamente com o cadastro e efetivação dos interessados em montar Escolas e os responsáveis pelos Blocos. Cadastro feito e consciente do que existe na cidade, pode-se montar uma diretoria para a entidade.

Paralelo a isso a Prefeitura desapropriaria uma área ou usaria um dos vários terrenos existentes de sua propriedade que tem à disposição para construir um barracão, contendo área para banheiros, um mezanino e cozinha, além de um amplo espaço para diversos eventos. Este barracão, mediante agendamento prévio junto a Lencac, serviria para que as entidades carnavalescas da cidade, Blocos e Escolas, pudessem realizar eventos de todos os tipos como forma de angariar fundos voltados para o Carnaval.

A Prefeitura, da sua parte, não precisaria dar a famosa verba para as Escolas e Blocos, pois já terá ajudado dotando a entidades e seus representantes com a estrutura necessária. Uma segunda área poderia também ser concedida a Lencac, desta vez para as Escolas terem espaço para elaborar suas fantasias e carros alegóricos.

Estas atitudes impulsionariam a economia local, gerariam empregos diretos e indiretos, trariam economia ao Erário Público e dariam mais vitalidade ao Turismo, perfazendo mais um motivo para a vinda de Turistas e uma maior aproximação de Veranistas, além da interação com a população local.

O quadro de hoje em relação ao Carnaval é de um evento obscuro, que só não pode ser chamado de um completo fracasso, graças a uns poucos Blocos que lutam para homenagear Momo e seu reinado, brincando os quatro dias com muito amor e devoção a esta festa popular. Quem sabe se adotarmos este projeto, um dia podemos dizer que Caraguatatuba tem o melhor Carnaval do Litoral Norte e da Região Metropolitana do Vale do Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *