Qual Produto lançar?

Qual Produto Lançar

Depois de muito falar sobre o valor de uma Assessoria de Comunicação e Comunicação Empresarial, chegamos ao ápice, mas não ao final, deste conjunto de textos. Ao ler estes textos semana após semana você deve ter uma pergunta que não quer calar. “Qual Produto lançar???”. Esta dúvida é atroz e significa tudo na hora de enveredar por um novo comércio, prestação de serviços ou até uma pequena indústria.

Tentarei tirar algumas dúvidas a respeito deste assunto. Antes de tudo verifique quanto você tem de caixa para o empreendimento. Observe que além das taxas, tributos, obras, reformas, aluguéis e a publicidade, você deverá calcular o custeio mensal de operação do produto e o fundo de caixa – a chamada reserva -, pois imaginar que ao abrir o empreendimento você ouvirá apenas o tilintar da registradora está muito enganado. Com certeza o seu intento levará pelo menos de 6 (seis) a 18 (dezoito) meses para começar a dar lucro.

Escolha o produto, comércio, prestação de serviço ou indústria que deseja abrir e faça uma pesquisa. Verifique se o local para o estabelecimento é apropriado, se há concorrentes e se eles existem, o que oferecem e qual o preço deles. Observe se o produto terá o segmento de mercado que você precisa para obter lucro. De nada irá adiantar abrir lançar um produto para a classe A se ela não existe no local onde estiver se estabelecendo.

Com respeito a Pesquisa, uma boa opção seria consultar a Associação Comercial ou o Sindicato do Comércio Varejista de sua cidade, bem como o Setor de Fiscalização do Comércio da Prefeitura. Estas entidades e departamentos costumam ter estatísticas de quantos existem em cada segmento, seja ele do comércio, da indústria ou prestação de serviços. Frisando, uma pesquisa de campo seria de bom tom realizar.

Como já dissemos, verifique se o produto terá concorrentes na sua cidade. Observe que é interessante haver um Mix de produtos no seu município. Alguns Shoppings não permitem que um certo número de lojas com o mesmo produto ou tipo de produto se instalem no mesmo local, pois não há interesse de haver uma “guerra” de promoções, pois os concorrentes acabam se desgastando. Ainda sobre concorrentes é interessante saber como eles estão no mercado e qual é a idade deles. Lembre-se que para mudar velhos hábitos de consumidores será necessário dispender recursos que podem não ser interessantes para você neste início de empreitada.

Falando ainda de concorrência e de Caraguatatuba e também de segmento de mercado, tenha ciência de que trabalhar para turistas e veranistas lhe trará alta rentabilidade mas pouco movimento de vendas  diário, enquanto que ao contrário, a rentabilidade pode não ser das maiores, mas certamente o movimento de venda será alto. É o chamado “dinheiro de pinga”, que cai pouco mas diariamente na sua registradora. Trabalhar para o morador local é trabalhar diariamente e não correr riscos de uma temporada de verão ou feriado prolongado com chuvas ou crises econômicas.

Um fato importante é conhecer o produto que irá vender. Desnecessário será ter apenas dinheiro e não ter conhecimento ou um simples contato com o produto que irá lançar. A história comercial fala de uma padaria moderna, de franquia, daquelas “politicamente correta”, que por desconhecimento do proprietário não durou um ano na cidade. Saber com o que está lidando traz segurança ao consumidor, bem como facilita na hora do treinamento de seus funcionários.

Para terminar, não esqueça de fazer uma boa campanha publicitária e obviamente, contrate um Assessor de Comunicação ou especialista em Comunicação Empresarial para isto. Pense bem, se não mostrar a sua cara, o seu produto, nunca terá o conhecimento do consumidor e se não organizar como e o que pretende lançar, certamente estará fadado ao fracasso, ao prejuízo e a uma tremenda dor de cabeça.