Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
Home / Textos Diversos / Por que congelaram o Rio do Ouro? Pergunta Olavo

Por que congelaram o Rio do Ouro? Pergunta Olavo

olavo-116

 

O bairro do Rio do Ouro está localizado na zona oeste da cidade, na saída para São José dos Campos pela Rodovia dos Tamoios – SP99. Comunidade estritamente residencial com um número razoável de moradores, enfrenta problemas por ser área de risco e devido a isso, foi congelada pela Prefeitura. O Topógrafo José Olavo Garcia pergunta por que o Executivo Municipal tomou essa decisão e quais as perspectivas para o seu descongelamento.

Áreas congeladas são aquelas que de acordo com laudos, oferecem riscos aos moradores e a estrutura da cidade, seja através de deslizamentos, escorregamentos, inundações e até calamidades.

Uma área, quando congelada fica impossibilitada de realizar construções e reformas e se houver compra e venda ou aluguel, nada poderá ser alterado ou feito no imóvel.

Na visão do Topógrafo e Agrimensor o congelamento impede o desenvolvimento na comunidade, ainda mais que a Prefeitura não faz qualquer obra que resolva o problema e muito menos uma perspectiva de quando o congelamento irá terminar.

No período de chuvas é comum haver inundações ou o transbordamento do Rio do Ouro, que dá nome ao bairro, além de deslizamentos e escorregamentos, agora parcialmente contidos graças ao congelamento, mas isso não é o bastante na visão de Olavo Garcia, pois é necessário que a Prefeitura resolva a situação da comunidade e a descongele de uma vez por todas.

Sobre Pedro Monte-Mór

Pedro Monte-Mór tem 54 anos, é Jornalista Profissional, formado pela Universidade de Taubaté em 1986 e Pós-Graduado pela mesma Universidade em Assessoria de Imprensa, Gestão da Comunicação e Marketing em 2005. Carioca de nascença mora em Caraguatatuba há 44 anos e incorporou-se ao modo de vida paulista. O início da sua vida profissional se dá na década de 80, quando fez Free Lance para a Rádio Oceânica – AM 670 e Jornal Expressão Caiçara. No período universitário trabalhou de 1984 a 1986 na GAZETA DE TAUBATÉ, sob o comando do Jornalista Djalma Castro e como Correspondente em Taubaté do extinto JORNAL DO VALE, de São José dos Campos no ano de 1986. Trabalhou para o SEBRAE Litoral Norte – Regional São José dos Campos, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba de 1989 a 1992, além de diversas outras entidades de classe, Como ACE (Jornal do Comércio) e AEAA-C (Jornal dos Engenheiros), sempre na direção Editorial. Prestou Assessoria de Imprensa para a Praiamar Transportes. Fundou os jornais O NOROESTE e NOROESTE NEWS em Caraguatatuba, respectivamente de 1997 a 1998 e de 1998 a 1999. Foi Correspondente do JORNAL IMPRENSA LIVRE, de São Sebastião, o único diário do Litoral Norte do Estado de São Paulo, de 1992 a 1996 e de 1999 a 2001. Trabalhou como Assessor de Comunicação da Câmara Municipal de Caraguatatuba de 2001 a 2012, exercendo também as funções de Relações Públicas, Cerimonialista e Mestre de Cerimônias. Exerceu função na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Sebastião de Agosto de 2013 a Julho de 2014 e escreveu para o Jornal InfoImóveis de Dezembro de 2013 a Fevereiro de 2014. Ministrou aulas na UNIP em São José dos Campos (Marketing Político) e no Módulo – Comunicação (Fotografia e Teoria da Comunicação). Atualmente ministra aulas no IBRAP (Instituto Brasileiro de Administração Pública), nos cursos de Ouvidoria, Assessoria de Comunicação, Estruturação de Assessoria de Comunicação e Media Training.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Criado por Invicta Code