Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
Home / Coluna Política / Processo de Ameaça retorna para o Fórum de Caraguá

Processo de Ameaça retorna para o Fórum de Caraguá

O processo de Ameaça movido pelo médico José Ernesto Ghedin Servidei, contra o ex-Prefeito de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva, vai retornar para o Fórum da cidade. O motivo seria a perda de Fórum privilegiado do ex-Prefeito.

A origem do problema se deu em setembro do ano passado, às vésperas do pleito municipal de outubro. Segundo as informações da época, José Ernesto, que foi candidato pelo Solidariedade e o, na época, Prefeito de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva, que tinha como candidato o Engenheiro Gílson Mendes de Souza, encontraram-se no CCTI – Estrela do Mar (Centro de Convivência da Terceira Idade), localizado no bairro Cidade Jardim, nos arredores do centro da cidade.

Em dado momento no encontro houve troca de farpas entre ambos, com o ex-Prefeito respondendo as acusações, consideradas injustas, de José Ernesto sobre doação na campanha de Gílson feita por empreiteiras com contrato na época. O ex-Prefeito teria respondido que antes de fazer acusações indevidas, deveria é cuidar dos inúmeros processos que tramitam na justiça, além dos erros médicos que cometeu.

O momento decisivo que desencadeou a acusação foi durante a troca de acusações e palavras de baixo calão, quando José Ernesto alega que o ex-Prefeito teria simulado com a mão o formato de uma arma disparando contra o médico, dizendo que iria acabar com ele. A partir daí todo um movimento político foi feito, com direito a manifestação até a delegacia para o registro do Boletim de Ocorrência.

Como a queixa foi feita antes de dezembro, quando Antonio Carlos da Silva ainda era Prefeito de Caraguatatuba, o processo seguiu direto para o Tribunal de Justiça, pelo fato do Chefe do Executivo da época ter Fórum privilegiado. Passados 5 meses do ocorrido, o Relator Nelson Fonseca Júnior, da 10ª Câmara do Direito Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, informou em 16 de março deste ano que o processo deveria retornar ao Fórum de origem, no caso o de Caraguatatuba, para o prosseguimento da representação, visto que como Antonio Carlos deixou de ser Prefeito, perde o Fórum privilegiado. Passados cerca de 50 dias do despacho do Relator não se tem notícia do andamento da representação.

Sobre Pedro Monte-Mór

Pedro Monte-Mór tem 54 anos, é Jornalista Profissional, formado pela Universidade de Taubaté em 1986 e Pós-Graduado pela mesma Universidade em Assessoria de Imprensa, Gestão da Comunicação e Marketing em 2005. Carioca de nascença mora em Caraguatatuba há 44 anos e incorporou-se ao modo de vida paulista. O início da sua vida profissional se dá na década de 80, quando fez Free Lance para a Rádio Oceânica – AM 670 e Jornal Expressão Caiçara. No período universitário trabalhou de 1984 a 1986 na GAZETA DE TAUBATÉ, sob o comando do Jornalista Djalma Castro e como Correspondente em Taubaté do extinto JORNAL DO VALE, de São José dos Campos no ano de 1986. Trabalhou para o SEBRAE Litoral Norte – Regional São José dos Campos, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba de 1989 a 1992, além de diversas outras entidades de classe, Como ACE (Jornal do Comércio) e AEAA-C (Jornal dos Engenheiros), sempre na direção Editorial. Prestou Assessoria de Imprensa para a Praiamar Transportes. Fundou os jornais O NOROESTE e NOROESTE NEWS em Caraguatatuba, respectivamente de 1997 a 1998 e de 1998 a 1999. Foi Correspondente do JORNAL IMPRENSA LIVRE, de São Sebastião, o único diário do Litoral Norte do Estado de São Paulo, de 1992 a 1996 e de 1999 a 2001. Trabalhou como Assessor de Comunicação da Câmara Municipal de Caraguatatuba de 2001 a 2012, exercendo também as funções de Relações Públicas, Cerimonialista e Mestre de Cerimônias. Exerceu função na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Sebastião de Agosto de 2013 a Julho de 2014 e escreveu para o Jornal InfoImóveis de Dezembro de 2013 a Fevereiro de 2014. Ministrou aulas na UNIP em São José dos Campos (Marketing Político) e no Módulo – Comunicação (Fotografia e Teoria da Comunicação). Atualmente ministra aulas no IBRAP (Instituto Brasileiro de Administração Pública), nos cursos de Ouvidoria, Assessoria de Comunicação, Estruturação de Assessoria de Comunicação e Media Training.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Criado por Invicta Code