Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
Home / Textos Diversos / Processo do Servidor Vagabundo é extinto pela Justiça

Processo do Servidor Vagabundo é extinto pela Justiça

Sávio da Saúde_Servidor Vagabundo1

 

O Servidor Público Municipal Francisco Sávio Pereira da Silva – Sávio da Saúde, teve processo de sua autoria extinto na inicial pelo Fórum local contra o ex-Prefeito de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva. A ação foi movida em outubro do ano passado quando Antonio Carlos chamou alguns Servidores Públicos de “Vagabundos”. O autor pretende recorrer.

O fato teve início em 6 de outubro de 2016, quando o ex-Prefeito Antonio Carlos da Silva foi ao programa da rádio Caraguá FM – Jornal Regional e durante entrevista, teria feito de forma gratuita e irresponsável ofensas aos Servidores Públicos Municipais, chamando-os de “Vagabundos”, ressaltando que havia um grupo de Servidores Vagabundos, que se afastaram para serem candidatos na época e que vivem de Atestado Médico, frisando que são Vagabundos e que ele não admitia isso e que pior que político ruim é aquele que ganha salário e não trabalha e vive de Atestado Médico.

Segundo o autor o fato causou repulsa e grande repercussão na população local, gerando comentários entre vizinhos e amigos, desconforto e constrangimento, por não se enquadrarem nas acusações feitas. Com base nisso o autor pediu condenação ao cumprimento de obrigação de fazer, retratação quanto as ofensas proferidas, indenização por danos materiais e reparação por danos morais em 20 salários mínimos. Houve audiência de Conciliação na qual o ex-Prefeito não compareceu.

No entendimento da Justiça as acusações não foram comprovadas, pois o comentário foi feito para um todo e não individualizou pessoas ou segmentos corruptos dos Servidores Públicos Municipais, que existem em toda e qualquer corporação, achando compreensível a indignação, mas não tendo como reconhecer tal legitimidade, não existindo referência específica ao autor, outras pessoas ou cargos do Serviço Público Municipal.

Com base nas informações o processo foi extinto e arquivado. Procurado pelo Site CONTRA & VERSO, o Servidor Sávio da Saúde informou que dará entrada com recurso através de seu advogado.

Sobre Pedro Monte-Mór

Pedro Monte-Mór tem 54 anos, é Jornalista Profissional, formado pela Universidade de Taubaté em 1986 e Pós-Graduado pela mesma Universidade em Assessoria de Imprensa, Gestão da Comunicação e Marketing em 2005. Carioca de nascença mora em Caraguatatuba há 44 anos e incorporou-se ao modo de vida paulista. O início da sua vida profissional se dá na década de 80, quando fez Free Lance para a Rádio Oceânica – AM 670 e Jornal Expressão Caiçara. No período universitário trabalhou de 1984 a 1986 na GAZETA DE TAUBATÉ, sob o comando do Jornalista Djalma Castro e como Correspondente em Taubaté do extinto JORNAL DO VALE, de São José dos Campos no ano de 1986. Trabalhou para o SEBRAE Litoral Norte – Regional São José dos Campos, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba de 1989 a 1992, além de diversas outras entidades de classe, Como ACE (Jornal do Comércio) e AEAA-C (Jornal dos Engenheiros), sempre na direção Editorial. Prestou Assessoria de Imprensa para a Praiamar Transportes. Fundou os jornais O NOROESTE e NOROESTE NEWS em Caraguatatuba, respectivamente de 1997 a 1998 e de 1998 a 1999. Foi Correspondente do JORNAL IMPRENSA LIVRE, de São Sebastião, o único diário do Litoral Norte do Estado de São Paulo, de 1992 a 1996 e de 1999 a 2001. Trabalhou como Assessor de Comunicação da Câmara Municipal de Caraguatatuba de 2001 a 2012, exercendo também as funções de Relações Públicas, Cerimonialista e Mestre de Cerimônias. Exerceu função na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Sebastião de Agosto de 2013 a Julho de 2014 e escreveu para o Jornal InfoImóveis de Dezembro de 2013 a Fevereiro de 2014. Ministrou aulas na UNIP em São José dos Campos (Marketing Político) e no Módulo – Comunicação (Fotografia e Teoria da Comunicação). Atualmente ministra aulas no IBRAP (Instituto Brasileiro de Administração Pública), nos cursos de Ouvidoria, Assessoria de Comunicação, Estruturação de Assessoria de Comunicação e Media Training.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Criado por Invicta Code