E o tempo passa voando!!! Já estamos novamente em Setembro e com ele vem a Primavera e as chuvas depois do tradicional Inverno. Assim como as estações do ano o Blog CONTRA & VERSO e o Blogueando fazem igual, vão e vem, sempre com informações dos bastidores da cidade!!!

 

Chininha

E o caso do Vereador China volta a tona depois de ficar meio adormecido no meio político. Segundo consta há um ofício do Ministério Público, obrigando a Câmara a cumprir determinação do Tribunal de Justiça.

 

Ordem

Segundo consta o Tribunal pediu a saída do Vereador, por ter sido condenado quando foi Presidente da Licaf – Liga Caraguatatubense de Futebol e teve suas contas rejeitadas.

 

Não Procede

De acordo com o Advogado do Vereador o assunto não procede, ou seja, China pode continuar a desempenhar o seu cargo na Câmara até o fim de seu mandato.

 

Informação

O CONTRA & VERSO tem informado ao longo deste imbróglio que esta decisão não modifica o mandato do Vereador, podendo o mesmo não ter registro para sua tentativa de reeleição em 2020, se houver uma denúncia a Justiça Eleitoral.

 

Suplente

No caso da cadeira de China ficar vaga, quem assume é o Suplente Valmir da Colônia, que exerceu a Vereança por 2 mandatos, chegando a Presidência do Legislativo de 2001 a 2002.

 

Mensagem Cifrada

Tem gente que você não pode dar o dedo ou a mão que logo ele vai querer o braço todo e talvez o resto do corpo. É muita mesquinhez para um ser humano apenas. Realmente o ditado está certo!!!

 

Direto

Tem Agente Político que pensa poder fazer tudo que deseja por causa da sua posição no Poder Público. O pior é que acha certo fazer o que deseja gratuitamente, não dando o devido valor a um profissional, seja ele quem for, ou melhor, a quem mais interessar. É triste demais!!!

 

Preparação

Faltando mais de um ano para o final do primeiro biênio e já estão em fase adiantada as negociações para a eleição da Presidência da Câmara de Caraguatatuba para o biênio 2017/2018.

 

Ação

O Vereador Aurimar entrou na Justiça alegando erros no projeto de Regularização Fundiária, que visa dar títulos de propriedade definitiva a todos que tenham terrenos, glebas ou imóveis de Posse.

 

Erros

Segundo o Vereador existem erros técnicos que tornam a lei aprovada na cidade ilegal, o que pode resultar em prejuízo aos contribuintes que tiveram gastos e tentaram obter seus títulos de propriedade, que podem ser bloqueados.

 

Federal

A Lei de Regularização Fundiária é uma lei Federal que está sendo contestada, seja por Cartorários, Advogados e por pessoas ligadas ao assunto.

 

Contra

O que o Vereador não esperava, era o contra-ataque feito pela Prefeitura em virtude do protocolo da ação contra a Regularização.

 

Falho

Por desconhecer, pelo simples fato de não ter um profissional de Comunicação, a praxe neste tipo de evento, provavelmente também por não ter sido orientado pelo profissional da casa, simplesmente o Vereador protocolou a ação e não deu a devida publicidade do fato.

 

Resultado

Como o fato não foi divulgado pela assessoria do Vereador, a Prefeitura fez o contra-ataque, enviando texto criticando a ação, dando a entender que o Legislador agia contra o eleitorado.

 

Estranho

É de se estranhar a atitude do nobre Edil, que já tem cinco mandatos a frente da Casa de Leis na cidade.

 

Regra

Algumas regras não mudaram ao longo dos últimos 30 anos na área de Assessoria de Comunicação, Política e Jornalismo. Quando um Agente Político promove algum evento, não importando qual e o seu objetivo, ele deve ser o primeiro a informar os Meios de Comunicação sobre o fato, apresentando cópias, dando declarações sobre o fato ou até promovendo uma Coletiva com a Imprensa. Esta praxe evita erros e o contra-ataque, que normalmente vem após o anúncio do Agente Político.

 

Praxe

Antes que você pense ser esta uma ação incorreta, pode tirar o cavalinho da chuva. Todo Agente Político vive de dar publicidade de seus atos, sejam elas críticas, ações na justiça, declarações, eventos, atos, dentre outros. Somente assim é que o Vereador presta contas a população do trabalho que a ele foi confiado pela população através do voto.

 

Lema

Como diz o grande Professor Gretz: “Toda ação errada resulta num trabalho 15 vezes maior para o seu reparo, com chance de 30% de revertê-lo e quatro vezes mais gastos para isso”.

 

Bravo

E este caso gerou uma enorme repercussão na cidade. A maior dela foi através de uma emissora que bateu firme na ação do Vereador, dedicando boa parte do programa diário para criticar o Edil, defender a Regularização e até promover um debate com os ouvintes sobre o caso.

 

História

Isso faz lembrar um caso idêntico, ocorrido há muitos anos numa cidade vizinha, mas neste caso a defesa de um projeto e a crítica aos contrários a ele se devia pelo fato de haver interesses terceiros e benefícios para com o projeto. Seria uma repetição da história, que sempre se repete???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *