A coluna de hoje recebe o nome do principal meio de transporte do povo Ilhabelense, que o liga ao continente. Salvador e Calvário, a Balsa é tudo de bom e de ruim na vida deste povo ilhéu.

 

Balsa

E a travessia da balsa continua sendo a maior gritaria por parte do povo de Ilhabela. O pequeno número de embarcações, o tempo de espera que aumenta a cada dia e as constantes quebras das balsas perfazem a lista de reclamações.

 

Bronca

O Prefeito Ilhéu Márcio Tenório já fez reclamação formal na época de Geraldo Alckmin, refez o puxão de orelhas para o Governador Márcio França e manteve os pedidos de melhoria com o Governador João Dória.

 

Temor

O medo é que este serviço estrague os planos para os diversos eventos que irão acontecer e estão para estrear. Afinal de contas o melhor serviço de turismo do Litoral Norte está na ilha mais bela do planeta!!!

 

Ponte

Esta nota é direcionada aos seguidores mais novos, que estão na região a menos tempo. Você deve estar lendo estas notas e perguntando: “Mas porque então não constroem uma ponte entre São Sebastião e Ilhabela???”.

 

Nem Pensar

Por gentileza nem pense em indagar isso a um amigo que more na Ilhabela de jeito nenhum, de jeito maneira, nem por sonho!!! Além de um custo altíssimo, o povo ilhéu não quer saber de ter uma ponte ligando o continente ao Firmamento.

 

Índices

O movimento de carros, o aumento da poluição, os custos para a obra e o número de turistas que não condizem com o status de Ilhabela são as justificativas para que tudo continue com as velhas balsas.

 

Novas

O ideal seria que o Dersa colocasse balsas mais novas e mais modernas para o serviço de travessia, o que evitaria a demora na travessia, as quebras mecânicas, mais conforto para os pedestres e mais qualidade e segurança aos carros e caminhões.

 

Tentativas

De lá para cá inúmeras tentativas tem sido feitas, pena que não com o retorno esperado. Algumas balsas foram trocadas e chegaram até os Catamarãs, porém tudo deverá se resolver quando houver a terceirização do serviço.

 

Esforço

Aliás quando se fala em Catamarã não podemos esquecer de citar o esforço do Deputado Antonio Carlos Júnior, que mesmo com mandato tampão conseguiu junto ao Governador o início dos trabalhos.

 

Referência

Aliás quando o assunto é Turismo, Ilhabela é referência no assunto em nossa região, estando anos a frente de seus vizinhos, no caso, nós!!!

 

Lenda

Reza a lenda que certa vez um grupo de Paraguaios esteve na região, com intenção de investir no Litoral Norte e para isso, precisava conhecer a região.

 

Nada

Chegando em Caraguatatuba não encontraram nada de nada e para a viagem não se tornar um furo n’agua, foi necessário convocar quem verdadeiramente entende do assunto na região, no caso, Ilhabela.

 

Problemas

Enquanto ocorreram problemas de van, hotel e poucas opções, aliado a isso a falta de autoridades para recepcionar e prestigiar os visitantes num simples almoço, mal sabiam os Paraguaios que o melhor os aguardavam do outro lado da baía.

 

Estrutura

Simplesmente, numa questão de horas foi conseguido receptivo, van, refeição e até uma lancha para o transporte de São Sebastião até a ilha mais bela do planeta azul. De quebra Secretário de Turismo, Presidente da Câmara e o Prefeito em pessoa, mesmo que por um pequeno momento, foram até o restaurante para dar as boas-vindas.

 

Operadores

E quando falamos em Turismo e em Ilhabela não podemos esquecer que lá existe a preparação antecipada para os próximos eventos, como por exemplo o Carnaval, quando reuniram os Operadores de Turismo para um delicioso Funtour, onde se conhece um pouco mais da cidade que pretende vender como destino aos Turistas.

 

Diferença

Para se ter uma ideia, enquanto Ilhabela faz um Funtour, Caraguá, a participar de feiras no exterior quando não sabe nem qual o seu Turista alvo Nacional. Estes gastos serviram mais para passeio de certos funcionários do que propriamente uma exposição da cidade em terras estrangeiras.

 

Recuerdo 1

Lembro bem quando orientei o dono de um renomado Restaurante da cidade a realizar um Funtour com base no seu estabelecimento, que comemorava 10 anos de vida.

 

Recuerdo 2

No projeto constavam a visita de Jornalistas especializados em Culinária e Turismo, com direito a um passeio pelas melhores praias, além de algumas honrarias e até visita em programas de renome culinário.

 

Recuerdo 3

Infelizmente o Projeto não vingou. O que entristece é o fato do estabelecimento nada ter feito sobre o assunto e suas últimas publicações nas Redes Sociais foram recheadas de erros simplórios de ortografia.

 

Traquitanas

Para que você não diga que estou no mesmo patamar de Ricardo Ribeiro, na época “O Secretário de um Projeto Só”, mas do lado inverso, informamos que fomos o responsável pelo primeiro estabelecimento a usar sua logomarca como Traquitana na cidade. No caso a Quitanda Feira Limpa. Sim, o “Limpinho”, logomarca daquele comércio, transformado em Traquitana é obra deste seu redator.

 

Retorno

Com este Blogueando estamos retornando a publicar esta coluna nas páginas do seu Contra & Verso. A partir de hoje vamos alternar textos comuns e tradicionais com a coluna mais lida, odiada e amada de Caraguatatuba.

 

Gostos

Afinal, esta coluna atende a todos os gostos!!!

 

Pedidos

O retorno se dá a pedidos dos leitores, seguidores e daqueles que navegam diariamente pela Internet e por conseguinte, pelas páginas do Contra & Verso.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *