Uma pesquisa de apuração aparentemente suspeita, publicada pelo Jornal Expressão Caiçara em parceria com a Rádio Caraguá FM tornou-se uma Representação na Justiça Eleitoral na cidade. O PRTB e sabe-se que o PSDB questionam os resultados alegando que os índices são tendenciosos e visam privilegiar o atual Prefeito.

O PRTB – Partido Republicano Trabalhista Brasileiro – através da Coligação “Caraguá com Tudo Novo”, da qual fazem parte o DEM, PRTB, PTC, PSB e PL deu entrada no dia 19 de Outubro – segunda-feira – com uma Representação na Justiça Eleitoral contra uma Pesquisa Eleitoral contratada pela Rádio Caraguá FM e o Jornal Expressão Caiçara junto ao IBOPE Inteligência Pesquisa e Consultoria Ltda.

Segundo o documento esta é uma Representação por Pesquisa Eleitoral Irregular/Inidônea que teria custado aos veículos R$ 38 mil e foi a partir deste valor que se iniciam as alegações da Representação, pois no contrato de ambas o Capital da Rádio é de R$ 40 Mil e do Jornal é de R$ 20 Mil, o que já coloca em dúvida o valor pago pela Pesquisa. Ao mesmo tempo questiona-se o fato do Jornal ter sido distribuído na quarta-feira – 21 de Outubro – quando o tradicional é fazer a distribuição às Quintas-Feiras.

A Pesquisa foi dividida na coleta de dados sobre sexo, idade, nível salarial, nível educacional e cor. Foram 406 pessoas entrevistadas de 17 a 19 de Outubro, com margem de erro de cinco por cento, seja para mais ou para menos e de acordo com a Representação, houve coleta errada dos dados, que pode comprometer a pesquisa. Os dados coletados foram baseados no IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – porém na comparação os índices são distorcidos, com diferença que chega a 7,45% para os homens e 6,48% para o feminino, baseado na coleta de dados para 48% do masculino e 52% para o feminino.

Outro ponto levantado diz respeito aos veículos que contrataram a Pesquisa, pois segundo a Representação os mesmos são tendenciosos a favor da Prefeitura e da atual gestão, devido aos altos valores recebidos por ambos nos últimos anos.

No documento a Coligação “Caraguá com Tudo Novo” pediu para a Pesquisa não ser divulgada, mas caso fosse, que seja suspensa a sua divulgação. De acordo com alegações uma Pesquisa Inidônea pode confundir e induzir o Eleitor a erro na hora de escolher em qual candidato irá votar.

Caso sejam aceitas as alegações, solicita que a Justiça Eleitoral aplique multa de R$ 53.205,00 para cada um dos veículos envolvidos e no caso do deferimento da Representação que a Pesquisa seja republicada com números e valores reais. É solicitada a manifestação Ministério Público Eleitoral no caso.

Índices políticos e eleitorais a parte a Pesquisa mostra que a Rádio Caraguá FM é a mais procurada pelos ouvintes para saber sobre política, na casa de 38%, o que, certo ou não, difere bastante das alegações do âncora do Rádio Jornal da emissora, que apregoa ter porcentagens acima dos 60%. No quesito Jornal há informações de reclamações quanto as porcentagens do segundo lugar em diante.

A Pesquisa mostra resultados para escolha Espontânea e Estimulada, além da rejeição, com diferenças exageradas e valores que não condizem com a análise feita pelo eleitorado pelas Redes Sociais.

Até o fechamento deste texto não havia manifestação do Ministério Público bem como um despacho do Juiz Eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *