O que acontece quando falta o bom senso entre dois seres humanos??? Boa coisa não será. Adicione a esta falta um pouco de cerveja e um jogo de futebol onde a seleção nacional perdeu a chance de disputar o título.

 

Bom Senso

O que é o Bom Senso??? Seria o equilíbrio, a estabilidade, a sensatez??? Bom Senso é avaliar uma situação e verificar a alternativa que cause menos problemas e mais satisfação.

 

Avaliar

Chega uma hora em nossa vida que precisamos avaliar; Vale a pena fazer isso ou aquilo??? É nesta avaliação que surge o Bom Senso.

 

Que Tal???

Você se defronta com uma situação e pensa: “Vale a pena ir adiante, arrumar confusão, brigar por isso ou resolver de outra maneira???”. É nessa hora que você avalia e caminha para a solução menos problemática. Isso é usar do bom senso!!!!!!!!

 

Filosofar

Mas vamos deixar a filosofia de lado e vamos ao caso da Garrafada, que agitou o meio político local este mês. O engraçado é que o meio político não tem um dia de calmaria e tranquilidade desde janeiro de 2017.

 

Início

O dia era 6 de julho, uma sexta-feira quente, não só pelo calor, mas pelo jogo decisivo do Brasil contra a Bélgica, que nos colocaria nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia.

 

Local

O local da história era o Bonito’s Bar, já apelidado por este Blog de “Butecão de Frango”, devido ao delicioso sabor de sua cozinha, mas com um serviço e atendimento que deixou a desejar no dia da avaliação.

 

Personagens

São personagens desta coluna José Luiz das Neves – O Don Quixote de Caraguá e o Secretário Adjunto de Meio Ambiente, Roberto Ferreira – O Robertinho do Silva.

 

O Problema

Segundo consta há um problema de esgoto que estaria contaminando o Rio Guaxinduba, no bairro de Martim de Sá e até o momento não foi resolvido pela Secretaria do Meio Ambiente.

 

Interpelado

José Luiz teria interpelado Robertinho dentro do bar, logo após a derrota do Brasil para a Bélgica sobre o problema. Imagine o que ocorreu tendo em vista os ânimos acirrados devido ao jogo!!!

 

Discussão

As informações dão conta de que ambos começaram a discutir, tendo em vista a insistência de José Luiz em exigir uma solução para o problema.

 

Empurrão

Da discussão para as vias de fato foi um pulo. Um empurrão desencadeou o entrevero que culminou com ferimentos no braço e na mão de José Luiz devido a uma garrafada dada por Robertinho.

 

Fotos

José Luiz foi atendido na UPA e comprovou os ferimentos postando fotos nas Redes Sociais.

 

Versão

Robertinho por sua vez confirma a interpelação de José Luiz no dia, horário e momento do ocorrido.

 

Resposta

Ao mesmo tempo alega que não o agrediu com a garrafa, mas que José Luiz teria se cortado para incriminá-lo.

 

Terceiros

Há quem diga que foi a turma do deixa disso, que misturado aos presentes no fato, intrometendo-se no caso, aproveitou para ferir José Luiz.

 

Polícia

O caso terminou com a elaboração de um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil e pelo visto, terá continuidade.

 

Ameaça

Ao mesmo tempo que Robertinho publicou sua réplica nas Redes Sociais, José Luiz retirou suas denúncias e argumentações alegando estar sendo ameaçado.

 

Histórico

Robertinho é conhecido na cidade por ser irmão de uma família de empresários ligados ao ramo de Supermercados em Caraguá e Ilhabela, além do pai que foi ex-Prefeito em Ilhabela. O histórico de Robertinho é de pessoa pacata que foge de confusão e por isso, não tem um passado de solução de problemas na base da agressividade.

 

Histórico 1

José Luiz é conhecido por ser ativista em diversas causas e pelo apelido de “O Don Quixote de Caraguá”. Não tem histórico de agressividade também, mas é useiro e vezeiro em arrumar confusões homéricas com quem quer que seja e por qualquer motivo que ache importante.

 

Exemplo

Taí um bom exemplo da falta de bom senso. Sabemos que todo Servidor Público tem dedicação exclusiva e que recebe do povo para trabalhar pela população, mas ao mesmo tempo existe horário de trabalho para a função.

 

Folga

Digo que José Luiz não deveria interpelar Robertinho fora do horário de expediente e muito menos num bar estando ele com amigos torcendo pela seleção em dia de jogo.

 

Revidar

Ao mesmo tempo Robertinho não deveria, em hipótese alguma, ter revidado a interpelação ou empurrões dados na ocasião do entrevero, pois isso deu continuidade a ação de José Luiz.

 

Agenda

O melhor seria José Luiz ter perguntado qual dia e horário poderia ser recebido na Secretaria do Meio Ambiente para resolver a questão do esgoto no Guaxinduba e nunca ter interpelado alguém fora do seu horário de trabalho.

 

Exemplo

Taí um exemplo digno da falta de bom senso. Entenderam???

 

Resumo

No final das contas os fins não justificam os meios!!!

 

Agiram

No final ambos estavam errados. José Luiz em interpelar, Robertinho por aceitar a provocação e dar continuidade e novamente ambos em finalizar o caso com agressão e ferimentos!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *