Bloguear 5

 

Infelizmente a coluna Blogueando encerra hoje a série com o Secretário Municipal de Esportes Nivaldo Alves. O recorde continua sendo o Vice-Prefeito com 5 dias. Na coluna de hoje você terá algumas informações históricas e políticas e a principal razão de uma possível desavença entre ele e AC Jr.

Recusa

No caso do Vice-Prefeito a primeira idéia seria a de montar uma chapa em 2008 com o médico Marcelo Ugatti, mas o mesmo recusou, deixando o Todo Poderoso sem opção.

Compromisso

Segundo Alves o médico Ugatti tinha um compromisso com os sócios da Clínica Santa Marta, que na época haviam adquirido um maquinário de US$ 800 mil e por este motivo recusou o convite.

Reclamação

A ida de Júnior, de simples filho para Vice-Prefeito veio de Nivaldo, que ouvia dentro do ninho Tucano diversas reclamações de que o Todo Poderoso daria todo o apoio para o filho saindo para Vereança.

Estratégia

Segundo Alves foi a melhor estratégia, pois acalmou os Leões Tucanos e conseguiu um Vice de firmeza e confiança para Antonio Carlos da Silva.

Leão

No caso da candidatura para Deputado Estadual, Alves opinou por AC Júnior para não criar um Leão por antecipação. “Imagine que hoje, com o filho Vice-Prefeito temos pelo menos 5 candidatos a candidato a Prefeito, imagine com um candidato terceiro a Deputado, gritando e esbravejando sua fatia no bolo com no mínimo 15 mil votos na eleição???”, ou seja, no futuro o Prefeito não teria que domar um outro candidato na eleição.

Descandidata

E o Vice-Prefeito não poderá se candidatar as eleições de 2016 a Vereador. De acordo com Nivaldo Alves a Lei Eleitoral proíbe que descendentes concorram a cargo tendo seus ascendentes exercendo função pública eletiva, pois caracterizaria “Uso da Máquina Administrativa”.

Discórdia

Talvez o fato de Alves ter elucidado o Vice com a lei que o impede de se candidatar nesta próxima eleição tenha sido o ponto da discórdia entre os dois e a explicação do descarte, quando entrevistado para o Blogueando.

Reuniões

Nivaldo Alves nega que esteja realizando reuniões com a população em geral e comunidades específicas na cidade com vistas ao pleito de outubro de 2016.

Gostou

O Articulador Nivaldo Alves disse ter gostado de ser chamado de Golbery do Couto e Silva da Administração local. “Eu gostei, ele era inteligente, pena ser muito truculento”, disse.

Laço

Quanto ao vice, Nivaldo esconde a sete chaves o nome e se omite a discutir o assunto. “Vice é o laço do presente, a última ação a ser feita”, conta.

Nunca

Nivaldo Alves alega nunca ter ouvido a menção de que a questão do Vice já estaria fechada com Antonio Carlos e que a mesma seria a Vereadora Vilma Teixeira.

 Valores

Na opinião de Nivaldo Alves não se faz campanha para Prefeito e para ganhar, com menos de R$ 1 milhão.

Embalagem

Sobre campanha diz que uma boa embalagem vende bem, assim como Coca-Cola. “Eu sou uma Coca-Cola”, conta.

Tubaína

Ao mesmo tempo, diz que de nada adianta ser uma Tubaína com fachada de Coca-Cola. “É o que mais tem por aí!!!”, informa.

Desfoca

Nivaldo conta que o Deputado Tiririca não virá para a sua posse como Presidente do PR em Caraguá. “Não é o momento, sua vinda iria tirar o foco do evento”, diz. Quanto ao Ministro dos Transportes, Alves não tem certeza, por ser o final do recesso Parlamentar em Brasília.

Vereadores

Durante o bate papo Nivaldo Alves reafirmou sua tese de que quanto mais Vereadores, mais democrática é a política e vice-versa.

Controle

Segundo Alves quanto mais Vereadores mais difícil é para o Prefeito controlar a Câmara, enquanto que ao contrário o controle é mais fácil.

História

Mesmo prevalecendo e respeitando a tese do Golbery do Couto e Silva local, a história mostra que não importa a quantidade de Parlamentares, em Caraguatatuba o Prefeito sempre irá controlar o Legislativo.

Escola

O Articulador cita que a base do seu conhecimento, experiência e vivência na política, vem do fato de ouvir, quando moleque o programa “A Hora do Trabuco”, do radialista Vicente Leporace.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *