Bloguear 8

 

Mesmo com atraso o Blogueando do seu BLOG CONTRA & VERSO homenageia o comércio local com uma coluna só para ele. Infelizmente não há muito que comemorar, apenas para aprender, refletir e obstáculos a vencer.

Comerciante

E o dia 16 de julho é o Dia do Comerciante. Em Caraguá a data é um acontecimento que nada tem que homenagear, mas sim refletir, analisar e esquematizar alternativas para sanar os problemas e desenvolver a categoria.

Sazonalidade

O primeiro grande problema a ser resolvido diz respeito a Sazonalidade do Turismo. Enquanto os comerciantes viverem única e exclusivamente de Feriados Prolongados e Férias de Julho e Verão, seremos uma cidade provinciana, de comércio amador onde se vive mais sem fazer nada do que trabalhando.

História

Lembro de uma antiga diretoria da Associação Comercial, que ao discutir Turismo, investimento e Sazonalidade com o finado Prefeito Trombini, solicitou verba para investimentos, quando o diretor, também falecido, Eugênio Ferri disparou. “Repasse a verba do ISS para a Associação Comercial”. Trombini engoliu seco e finalizou a reunião.

Apoio

Como se vê, o Poder Público não ajuda de forma devida tanto a difusão do Turismo quanto o desenvolvimento e profissionalização do Comércio.

Atualmente

Diferente do que foi a diretoria da ACE na época citada anteriormente, hoje a entidade perdeu o seu valor social, enterrou suas velhas tradições, sua história, sua memória e alterou seus objetivos com base no politicamente correto.

Problemas

Os problemas no Comércio de Caraguá são antigos, ainda não foram corrigidos e pelo visto vão demorar para serem sanados.

Sorvetes

No Restaurante Don Quixote, ao perguntar para um dos garçons quais os sabores de sorvete, o mesmo respondeu; “Um montão” e mandou o cliente ir até a geladeira ver qual mais lhe agradava.

Batata

No Bar do Hélio, numa quinta-feira de Rodízio de Comida Alemã, um dos garçons mais antigos da casa, desmente um cliente que pediu para servir a batata frita antes do restante dos pratos, como forma de “ir beliscando”, alegando que o alimento não constava da relação de pratos. O citado garçom fica sem jeito quando o cliente mostra a ele que batata frita faz parte do cardápio do rodízio.

Café

O café térreo do Caraguá Praia Shopping não altera, inclui, modifica ou testa novos tipos de café, salgados ou acompanhamentos em seu cardápio. A alegação é a de que os clientes não teriam dinheiro para pagar a inclusão de novos pratos.

Wifi

Ao mesmo tempo este café instala um serviço de vigilância por câmeras e por conseguinte o sistema só funciona por Wifi. Os clientes, sabedores disso solicitam a senha para conectar seus notebooks, tablets e smartphones e não conseguem, pois a proprietária não disponibiliza o código.

Frio

Enquanto isso o Nori Sushi insiste em servir o seu rodízio de uma só vez, misturando pratos quentes e frios, que pela demora na preparação, deixa sushis como o Hot Roll frios, perdendo o sabor.

Cheio

Por sua vez há algo de bom na terra dos Caraguatás. O Alex Sushi serve o seu rodízio de forma parcelada, diferenciando pratos quentes e frios. Ao mesmo tempo enfrenta a crise com preços promocionais, mantêm a qualidade e casa cheia em plena segunda-feira.

Ligação

O cuidado com o cliente é primordial para um bom atendimento e um ótimo retorno. Na Kazual Magazine as vendedoras são craques em pedir o seu telefone para avisar quando a mercadoria pretendida chega e nunca o fazem.

Crise

A crise financeira, junto com o amadorismo, auxilia o comércio a ter perdas, prejuízos, demissões, fechamentos, falências e concordatas.

Fechadas

No Caraguá Praia Shopping são várias as lojas fechadas e poucas as empresas que entram para aquele condomínio. Num só corredor contou-se seis lojas consecutivas, uma ao lado da outra, fechadas.

Galeria

Infelizmente o Caraguá Praia Shopping padece de problemas de estrutura e configuração. Dotado de lojas pequenas, sem um comércio âncora ou um maior atrativo na área de alimentação ou diversão, o que no passado era um Shopping para ricos, hoje é um condomínio comercial desinteressante.

Assessoria

Devido a crise e um melhor remanejamento de verbas, a Assessoria de Comunicação do Caraguá Praia Shopping foi dispensada. O que estava ruim pode ficar ainda pior.

História

Rockfeller certa vez disse: “Se me restasse apenas um dólar na vida, investiria em propaganda”. Atualize a frase trocando propaganda por um Profissional de Imprensa que auxilie na divulgação.

Sebrae

O Sebrae bem que tenta ajudar, mas talvez o seu estilo muito formal afaste ou crie uma distância entre o comerciante e a instituição.

Vazio

Ao mesmo tempo o comerciante parece ter perdido o interesse em tudo que seja novidade, modernidade, atualidade e pioneirismo. Nas várias palestras e workshops promovidos pela instituição, é pequena a adesão e a presença de comerciantes, empresários e empreendedores.

 

Camarão

O Festival do Camarão acompanha o mesmo ritmo do amadorismo. Criado para homenagear o fim do Defeso do Camarão, hoje é citado para homenagear a maneira de como o Caiçara se alimenta durante este período, onde é proibida a pesca do crustáceo, que está acasalando e os filhotes nascendo e crescendo até um tamanho desejável.

Pratos

Vivendo há 40 anos em Caraguá nunca soube que Caiçara comesse Camarão diariamente e que fizesse uso diferenciado durante o Defeso.

Bobó

Ao mesmo tempo sempre soube que Bobó de Camarão fosse um prato de origem Baiana e nunca um alimento costumeiro de Caiçaras das costas paulistas.

Mesmice

O que se vê hoje é um cardápio repetitivo, onde as barracas diferem por apenas um prato, com uma seleção restante igual para todos, que resulta no favorecimento da pessoa e não na degustação do alimento, pois sendo um repeteco, as pessoas visitam a barraca do amigo mais querido ao invés da comida diferenciada ou melhor preparada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *