BLOGUEANDO 20 – ABR – 2015

Bloguear 11

Não renuncia

E o assunto é Caraguá; Recebemos informações de que o Prefeito Antonio Carlos não tentará renunciar ao cargo para tentar se candidatar novamente, caso não veja um candidato para indicar e lhe suceder. Segundo consta se houver a renúncia não haverá possibilidade de nova candidatura.

Justiça

A exemplo de Juan, o Prefeito de Caraguá também está inelegível e não teria como se candidatar mesmo que se utilize da mais espetacular manobra, por causa do processo da Merenda Escolar, estando no poder a custa de alternativas jurídicas.

Cassado

E tem mais: No caso de uma renúncia, a posse automática do Vice-Prefeito Antonio Carlos da Silva Júnior poderia até ser questionada, visto que haveria uma sucessão familiar, o que é proibido pela Justiça Eleitoral, mas ao mesmo tempo estaria cumprindo a sua missão como vice. Pelo sim e pelo não o melhor é tentar achar um sucessor a altura e indicá-lo.

Fora

Outra informação dá conta de que José Pereira de Aguilar estaria mesmo fora do páreo, por ter suas contas rejeitadas pela Câmara Municipal, não havendo possibilidade de concorrer, mesmo que fosse por liminar. Esta informação deixa uma lacuna bem grande e aberta no quesito eleição em Caraguá.

Candidatos

Se Aguilar era a esperança para vencer fácil o candidato indicado por Antonio Carlos, a sua falta dará combustível e tentação para os vários pré-candidatos que almejarem a vaga.

Novo

Segundo nossos informantes o Advogado João Lúcio estaria pretendendo sair candidato a Prefeito pelo PT, sendo que após a sua filiação a intenção seria a de reunir forças políticas locais para lhe apoiar.

Problemas

Quem leu a nota anterior deve ter pensado; “E o Álvaro???”. Realmente mas segundo fontes a situação do advogado Álvaro Alencar Trindade estaria estremecida. Primeiro por ter entrado pela porta dos fundos no partido, graças a indicação de Carlinhos de Almeida e segundo por ter esbarrado na truncada estrutura petista.

Saindo

E torna-se cada vez mais forte a informação de que Neto Bota estaria de malas prontas para fora do PSDB e indo para o PMDB. Segundo consta o Vereador “Jogo de Cena” que tem sua progenitora como Lobista e Mentora não estaria mais encontrando espaço no ninho tucano, visto que estaria perdendo terreno para Gílson Mendes e Serjão Braz no quesito indicação para prefeito.

Berço

Ao mesmo tempo a informação vem sendo desmentida por várias fontes. De acordo com os bastidores políticos, como Aguilar não teria possibilidade de se candidatar e Álvaro não estaria bem no ninho petista, o PMDB, que está sendo controlado pelo Aguilar, seria o local certo para receber Álvaro como candidato a Prefeito e seu filho Tato Aguilar/PSD, como vice numa chapa visando 2016.

Estranho

É de se estranhar estas atitudes de entrada e saída do PT em Caraguá. A estranheza vem do fato de que certa vez, o PT, o PMDB e o PP realizaram algo parecido como a “Reunião de Yalta” em 1945, que reuniu Stallin, Rossevelt e Churchill para definir a divisão do mundo com a derrota Alemã na Segunda Guerra.

Divisão

Explico estranheza porque durante esta reunião, o Litoral Norte ficou com o PMDB e não com o PT, ou seja, não espere Cardoso, Lula, Dilma, Haddad ou Mercadante passeando ou fazendo campanha para candidato petista na região, muito menos dinheiro para o básico.

Piada

Uma piada de mal gosto vem circulando no meio político, a de que o ex-Vereador Wilson Gobetti teria pretensão e se achando vitorioso numa eleição para Prefeito. É mais fácil e sadio para Caraguá renascer o turcão Bourabeby do que imaginar Gobetti como candidato e vitorioso.

Continua

Com as desistências e impedimentos continuam no páreo e com chance de vitória pré-candidatos como Aurimar Mansano, Baduca Filho, Marcelo Ugatti, Ana Catarina, Wilney Cardoso e até mesmo José Ernesto Ghedini, que já foi citado no passado.

Rompeu

E a gestão do Prefeito Maurício Moromizato em Ubatuba começa a despencar. Na semana passada o Vice-Prefeito Sérgio Caribé/PMDB anunciou via Rede Social o seu rompimento com a Prefeitura. Esse negócio de petista se dar mal está virando febre.

Promessa

Segundo Caribé o Prefeito Moromizato havia prometido que iria resgatar e manter a qualidade do Turismo em Ubatuba, dando condições ao vice, que era o Secretário da pasta, de manter, organizar e melhorar o setor na cidade. Prometeu e não cumpriu.

Carro

Caribé reclama que nem um carro lhe foi dado para percorrer todo o patrimônio turístico de Ubatuba. Desse jeito fica difícil controlar uma pasta de tamanha importância como o Turismo.

Veranista

De acordo com Moromizato, Caribé não deveria ter rompido pelas Redes Sociais e se portou como um Veranista, vindo apenas aos finais de semana numa cidade a qual não mora.

Candidato

O vice finaliza anunciando que será candidato a Prefeito em 2016, o que dará um peso maior a disputa. Resta saber se rompido terá o mesmo peso e valor na briga pela cadeira.

Chance

Na disputa pela Prefeitura de Ubatuba o ex-Prefeito Paulo Ramos segue inelegível, o que abre brecha para Frediani entrar na briga e disputar com Caribé a predileção do eleitorado.