Blogueando 20 – MAI – 2015

Bloguear 11

Sumiu

E nessa luta diária para vencer a inflação e as ações governamentais, vemos dia após dia comércios tentando a vida, a sorte, obter lucro e conseguir viver nesse mundo cão que é o mercado. Ao mesmo tempo alguns guerreiros empresariais deixaram o nosso convívio.

Frango

Quem passa pela Tanguá Frangos vê as portas fechadas e quem acompanha o Facebook não nota mais postagens do Canil Apluz. O casal vinha tentando vender as instalações e passar o ponto comercial, mas ao que parece algo aconteceu e nada deu certo.

Sumido

Ao percorrer a região do trevo de entrada da cidade, deparo-me com quem, gesticulando como um Italiano com uma senhora, como se fosse o parente mais íntimo dela. Nada mais, nada menos do que o ex-Vereador AG Pereira.

Aposentado

Perguntado se vai concorrer ao pleito de outubro de 2016, AG Pereira declinou e alegou estar aposentado com os seus bem vividos 71 anos. “Estou passando a bola para o meu filho”, disse o ex-Edil.

Bike

AG Pereira tem muita história para contar e seu nome está escrito nos anais da política local. Lembro de uma eleição que ele perdeu, pois defendia o emplacamento de bicicletas na cidade, para manter um controle pela Polícia e Prefeitura, no caso de roubos e furtos. Perdeu porque um certo radialista o criticou diariamente naquele pleito, por causa da idéia apresentada.

Quem é?

Agora você ganha um doce se descobrir quem era o Radialista, que na época criticou AG Pereira e interferiu profundamente no seu eleitorado, perdendo votos e não se elegendo??? Acertou quem pensou no Locutor Oficial, que hoje está na Latinha Oficial.

Polêmica

Na sua última legislatura, defendia um projeto polêmico, que estava em fase de estudo e investigação. Ao detectar que a UBS da Tabatinga, tinha em média 65% de usuários oriundos de Ubatuba, cidade vizinha, começou a estudar e analisar que boa parte dos serviços municipais em Caraguá eram utilizados por Ubatubanos insatisfeitos com a sua Prefeitura.

Anexação

Com base nisso AG Pereira queria propor, com o auxílio de um Deputado Estadual e o aval do Governador do Estado e os Prefeitos de Caraguá e Ubatuba, da anexação de uma área que compreende o Sertão da Quina, Sertão do Arariba e o bairro da Maranduba.

Herdeiro

O filho que tentará a vaga deixada e ocupada pelo pai por tantos anos e legislaturas é Marcelo Lancelotti, que já trabalhou com o pai na função de Assessor, tem conhecimento sobre o funcionamento da Câmara e muito fôlego para disputar os votos dos eleitores.

Vereança

Quando se fala em Vereança para 2016 surge o nome de Thomaz Babuche ou o “Thomaz da Mansão”, que se prepara para disputar os votos na eleição do ano que vem.

Novidade

E nessa churrasqueira que por enquanto está com a brasa morna, mas querendo esquentar chamada eleição municipal 2016, chega aos meus ouvidos um nome que vai mexer com as pesquisas e fazer os comentários dos analistas políticos de plantão ressoar por pelo menos 15 dias. Rosângela Carrijo Aguilar.

História

Rosângela Carrijo Aguilar é filha do ex-Vereador Sebastianense Dário Leite Carrijo e casada com o ex-Prefeito José Pereira de Aguilar e mãe do Vereador Tato Aguilar.

Perfil

Mãe amantíssima, Esposa devotada, Avó carinhosa, de atos e jeitos simplórios, mulher sem luxos, conhecedora a fundo do eixo zona sul Caraguá, zona norte São Sebastião e dos bastidores da política, tendo convivido com o seu finado pai e seu marido, é o nome que deverá ser lançado e tem sido estudado como candidata a Prefeitura de Caraguá em 2016.

Parceira

Tem contra a sua candidatura o fato de não ter perfil político, não ter estereótipo de líder e durante toda a sua vida como filha e esposa de político, nunca ter se expressado em nada. Teme-se que seja dirigida pelo marido, ou seja, não terá idéias ou vontade própria. Segue-se a falta de experiência política que a convivência com o poder nunca lhe deu. Por outro lado é um nome sem restrições, com peso político no sobrenome, livre de rejeições e por ser uma mulher na política, adquire certo peso no eleitorado.

Familiar

Outro ponto que aparece como contrário é a chance de Rose Carrijo vencer a eleição e nomear marido e filhos como fez seu marido em 2005. Já está mais do que provado o insucesso que as gestões de conotação familiar podem causar na Administração Pública.

Desequilibra

O nome de Rose Carrijo Aguilar com certeza irá desequilibrar o cenário eleitoral em Caraguatatuba, mostrando uma luz no fim do túnel para a oposição e uma certa preocupação para com a situação, que deverá repensar com quem irá enfrentar as urnas e a preferência do eleitor.

Sacramentar

A indicação de Rose Aguilar sacramenta de vez a desistência da candidatura de seu marido, o ex-Prefeito José Pereira de Aguilar, impedido por causa das contas rejeitadas pela Câmara Municipal, com base nos relatórios do Tribunal de Contas do Estado.

Sacramentando

O surgimento de Rose Aguilar enterra também a idéia de apoiar Álvaro Alencar para Prefeito com Tato Aguilar para vice.

O Vice

Aliás, junto com o nome da esposa de Aguilar aparece Álvaro Alencar como vice novamente para uma chapa que alguns chamam de “indestrutível”. Na eleição de 2008 Aguilar tentava a reeleição com Álvaro Alencar de vice.