BLOGUEANDO 28 – ABR – 2015

Bloguear 5

Continuação

E continuam as notas publicadas ontem. O assunto Eleições 2016 continuam fervilhando aqui também no seu Blogueando.

Entraves

E ainda tem mais. Neto Bota não deveria estar tranqüilo, mas sim preocupado, pois terá que disputar a atenção de pré-candidatos como Serjão da Sesep e Gílson Mendes, ou seja, ainda há muito que falar, pensar e agir.

Dupla

Os bastidores políticos dão como certa a chapa Gílson Mendes para Prefeito e Serjão da Sesep para vice, com o aval e a benção do Prefeito Antonio Carlos, sepultando de vez as pretensões do Caiçara que deseja ser Prefeito.

Serviço

Não podemos deixar de lado o fato de que Gílson Mendes e Serjão da Sesep tem serviços prestados pela Prefeitura. Obviamente este currículo leva a uma certa rejeição, mas aí cabe a cada candidato administrar e contratar o devido  profissional de Comunicação para assessorá-lo.

Fechado

No caso da dupla acima citada existe ainda um dado desfavorável. Pelo que consta Gílson Mendes não seria muito avesso a sorrisos, cumprimentos, gentilezas e outras regras básicas de convivência na sociedade, entre grupos. Isso deixaria o membro da família Mendes de Souza em desvantagem.

Data

Uma outra facção de informantes dão como certa a indicação do sucessor de Antonio Carlos para abril de 2016, tempo limite para desenrolar uma campanha visando a reeleição de quem tem a máquina na mão.

Vereador

Ao que parece, o atual Vice-Prefeito Antonio Carlos da Silva Júnior sairia candidato a Vereador em 2016. Não se sabe se o motivo seria saudades do poder, manutenção do trabalho realizado ou cobertura para possíveis problemas futuros.

Organizado

Por outro lado, uma segunda fonte me confidenciou mesmo sem estar indicado, Neto Bota está se preparando, um pouco a cada dia, se organizando melhor pelo menos do que a oposição, que não se mexe, não se une e não se entende.

Clausura

As fontes são uníssonas em afirmar que o fato do Vereador Aurimar Mansano não se mexer ou se preparar visando as eleições do ano que vem, deixa a distância ainda mais longa e as chances ainda menores. A inércia do Parlamentar é sentida profundamente entre a oposição.

Esquematizando

Há quem diga que Aurimar Mansano está se preparando para o pleito de outubro de 2016 sim. As informações são as de que ele estaria esquematizando o PTB para enfrentar as urnas de igual para igual com as outras legendas.

Apagados

Fala-se de um, fala-se de outro mas uma gama de pré-candidatos está meio apagado e não surgem comentários sobre seus nomes. Refiro-me a Wilney Cardoso, Marcelo Ugatti, Ana Catarina Ferreira, Álvaro Trindade e João Lúcio.

Generalato

Há quem comente pelos cantos da cidade que uma dupla de Generais reformados estaria se preparando para disputar os votos em outubro do ano que vem. Fica no ar e você opina. Militares são a melhor opção para a política???

Câmara

O Vereador Carlinhos da Farmácia elaborou projeto de lei aumentando de 15 para 17 o número de Vereadores na Câmara de Caraguatatuba. O projeto é discutível e abre um leque para discussões.

Opine

Mande sua opinião. Escreva se concorda ou não para jornalistapedromontemor@gmail.com  .

Orçamento

Na parte orçamentária há de se defender que uma Câmara seja estruturada para fiscalizar o Executivo, sua principal função. Digo estruturada com computadores, veículos, funcionários capacitados, equipamentos, acessórios, infra estrutura de apoio, salões, auditórios, plenários, etc…….

Estrutura

Por outro lado também uma Câmara estruturada depende de assessoria própria e o seu respectivo conjunto de equipamentos, o que pode ser inviabilizado se o número de Parlamentares for muito grande.

Prefeito não Gosta

Há uma linha de pensamento, que sempre foi dita por políticos como Nivaldo Alves – Secretário de Esportes, a de que uma Câmara muito grande é o pesadelo de todo Prefeito, que não tem como controlar o Legislativo.

Prefeito Gosta

Em contrapartida, os Prefeitos adoram Câmaras com um pequeno número de Parlamentares, pois assim controlam o Legislativo muito mais fácil.

Qualidade X Quantidade

Se analisarmos a fundo, uma Câmara com muitos Vereadores tem menos qualidade do que um Legislativo com poucos Parlamentares. Mais uma vez você analisa e opina sobre o assunto.

História

Até 2008 a Câmara tinha 17 Vereadores e uma determinação do STF – Supremo Tribunal Federal reduziu para 10 Parlamentares, que se manteve até 2012, quando um Projeto do Vereador Lobinho, que receava não se reeleger, aumentou para 15 o número de fiscais do povo.

História 1

Em 2012 a Câmara fez um estudo financeiro e sugeriu que para manter a qualidade nos serviços e no apoio ao Parlamentar, que o número de Vereadores seria de 11 ou 13. Preferiram 15 em detrimento da estrutura.

História 2

Ao longo da história política da cidade os Prefeitos sempre mandaram e desmandaram nas Câmaras, sejam elas pequenas ou grandes, com qualidade ou não.

História 3

Exceção se faz presente na gestão de 2009 a 2012, quando a Câmara estava dividida matematicamente. Eram 5 contrários ao Prefeito e 5 favoráveis a ele.