E o clima anda muito quente no Poder maior da Política local, mais precisamente entre Executivo e Legislativo. Sabe como é……..Acordos são feitos, surgem gastos, montantes são revelados, uns concordam e cobram, outros concordam mas não aceitam pagar. Bem, acompanhe a coluna e saiba de tudo!!!

 

Errata

Antes de iniciar queremos apenas informar que a coluna Blogueando se caracteriza por uma ilustração típica e tradicional, o que pode também ser chamado de “Selo”. Quanto as colunas anteriores que tiveram fotos e não o citado selo, afirmamos que isso foi feito num ato impensado e só depois percebido, fato esse que não ocorrerá mais!!!

 

Caldeira

E ao que parece o atual grupo político dominante anda num clima assim como, uma Caldeira de Emoções, ou seja, o clima está quente, a situação está efervescente, a temperatura está mais alta do que o normal.

 

Obrigações

Pelo que se comenta e de maneira forte e pesada nos bastidores, é que o Vereador Carteirão, que ocupa nas horas vagas a função de Presidente do Legislativo, teria recebido uma cobrança de uma pessoa influente na atual Administração.

 

Cobrança

Consta que Bagre Pai – o Prefeito de Fato – teria pedido ao Vereador Carteirão que as contas da Eleição da Mesa Diretora fossem pagas pelo Legislativo. Estas contas fazem parte das obrigações pelo tumultuado pleito de 20 de Dezembro de 2018.

 

Valores

Segundo consta os valores deixam o Tio Patinhas de boca aberta, o Riquinho de queixo caído e os mais famosos Economistas do Brasil babando de inveja se tivessem acesso ao montante. Fala-se em valores acima dos R$ 600 mil.

 

Indignado

As mesmas fontes contam que o Presidente Carteirão teria ficado indignado com a cobrança, pois usando-se do bom senso, e mesmo na política ele deve ser usado, a conta da farra política deveria ser dividida entre ele e Bagre Pai, o que não estaria acontecendo.

 

Bloqueio

Como represália, Carteirão teria ordenado o bloqueio total de discussão, votação e aprovação dos projetos do Executivo, até que o Prefeito de Fato limpe a cabeça com água limpa e entenda, que não é desta maneira.

 

Guarda Civil

Para quem não havia prestado a devida atenção, nesta de bloquear as propostas do Executivo, foi lido o Projeto de criação da Guarda Civil Municipal. O que teria acontecido???

 

Acordo

Para poder ler e dar tramitação a proposta da Guarda, foi necessária uma rápida e decisiva reunião entre Carteirão, Bagre Filho – o Mimado – e o líder do Prefeito na Câmara. Mas ao que parece, o acordo foi limitado.

 

Em Diante

Sendo assim, se nenhum outro acordo for feito ou as partes não chegarem a um consenso sobre os valores em aberto, quem for à Câmara verá apenas a discussão de Vetos e projetos de autoria dos Vereadores e nada mais!!!

 

Igual

E nessas horas que Política e Casamento se mostram idênticos. Tem a hora do amor, da paixão, da briga, da reconciliação. A diferença é que durante as crises os problemas e prejuízos ficam apenas entre o casal. Na política sobra tudo para a população!!!

 

Consequências???

Você acredita que o resultado desta briga vai trazer consequências, sequelas políticas, cisões e rachaduras profundas??? Basta acompanhar a coluna para ficar sabendo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *