O falecimento do Vereador Jameson Chick Show no último Sábado, vítima de um Câncer nos Linfomas acendeu a disputa eleitoral interna pelo cargo de Vice-Presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba, pois cria espaço e perspectivas para a candidatura à Presidência para o segundo biênio do mandato, de 2023 a 2024. Sabe-se que alguns Vereadores almejam o cargo, porém preferem o jogo de Bastidores à declaração pública.

A Câmara Municipal de Caraguatatuba é composta por 15 Vereadores para um mandato eletivo de quatro anos. Destes Parlamentares quatro deles compõem a Mesa Diretora por dois anos, eleitos entre os Vereadores de duas maneiras diferentes. No início do mandato a chapa é formada no dia da Cerimônia de Posse e no segundo Biênio até o dia 15 de dezembro do último ano.

A atual Mesa Diretora é formada pelos Vereadores Tato Aguilar, Presidente; Aguinaldo Butiá, Primeiro Secretário e Dé Construtor como Segundo Secretário. Jameson Chick Show era o Vice-Presidente até o último sábado, quando faleceu, vítima de um Câncer de Linfoma.

Com o falecimento do Vice-Presidente algumas medidas foram tomadas pelo Presidente Tato Aguilar. Primeiramente determinar o Velório nas dependências da Câmara Municipal, em seguida Decretar Luto Oficial no município por três dias, cancelar a Sessão Ordinária de amanhã, terça-feira – 1º de Junho – e convocar o Vereador Gil da Bicicletaria, suplente direto de Jameson, para tomar posse na primeira Sessão Ordinária, a ser realizada no dia oito de Junho e neste mesmo dia, realizar a eleição do novo Vice-Presidente do Legislativo local.

A eleição deverá ocorrer entre os Vereadores que desejarem fazer parte do cargo que ficou vago desde o último sábado. A única exceção para a participação limita-se apenas aos atuais suplentes, os Vereadores Bigode e Chininha, que ocupam a vaga de Marcelo Pereira e Carlinhos da Farmácia. O Vereador Baduquinha alega não poder participar da Mesa Diretora por ser Advogado e ter vários processos em andamento no seu escritório, baseando-se no Estatuto da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil – para o impedimento. O Blog Contra & Verso consultou suas fontes no âmbito do Direito e descobriu que uma interpretação do STJ – Superior Tribunal de Justiça – libera o Advogado para a função.

Ao mesmo tempo há dúvidas quanto a eleição do cargo que está vago. O Vereador Fernando Cuiú garante, através de consulta feita, que o Primeiro-Secretário ocupe automaticamente a vaga deixada por Jameson, deixando a vaga do Segundo Secretário em aberto.

A Redação do Contra & Verso perguntou aos Vereadores se desejavam ocupar a vaga de Vice-Presidente. Marcelo Pereira respondeu que se mantêm Secretário, Jair Silva, atual líder diz que prefere continuar apenas como líder e Dé Construtor não havia pensado até o momento no assunto e Cristian Bota alegou não se interessar.

Segundo o Contra & Verso apurou com suas fontes, provavelmente o Vereador Dé Construtor será eleito o novo Vice-Presidente, devido a suas ligações políticas e de longa data com o Prefeito Aguilar Júnior e seu pai, o ex-Prefeito José Pereira de Aguilar. O que deixa em dúvida e confirmar se o Segundo-Secretário, bem como outro integrante da Mesa Diretora, com exceção do Presidente, poderá se candidatar a Vice-Presidência, pois já faz parte da Mesa Diretora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *