Empreendedores locais participaram do Megacycle

um-rolo-de-cafe-com-bolo_megacycle-5

 

O Megacycle – Encontro Nacional de Motociclistas, organizado pelo Moto Clube Abutres, na penúltima semana de novembro em Caraguatatuba, teve a parceria de empreendedores locais na área de alimentação. Mesmo com uma porcentagem pequena houve um estímulo ao empresariado local, que como o restante do país, sofre com a atual crise econômica vigente.

No Megacycle os visitantes teriam ao seu dispor barracas com camisetas, autopeças e acessórios para motocicletas, além de shows musicais e exibição do Globo da Morte, bem como 28 pontos de alimentação dos mais variados sabores. Segundo os organizadores aproximadamente 45 mil pessoas visitaram o evento, que contribuíram com 2 quilos de alimento não perecível ou pagamento espontâneo, resultando em mais de 2 caminhões lotados de produtos alimentícios que serão entregues para a Ação Social do município.

Dentre os participantes na área de alimentação, 5 dos 28 empreendedores são da cidade ou tem ligação com Caraguatatuba. Empresas como Doce do Gaúcho, Morte Súbita, Sabor de Goiás, Life Energy e 1 Rolo de Café com Bolo tem sede ou ligação com a cidade ou desejam se fixar em Caraguatatuba. A Doce do Gaúcho está no Litoral Norte há 12 anos e em Caraguatatuba há 6, fabricando doces variados com embalagem individual. A Morte Súbita está em Caraguatatuba há 14 anos e trabalhando com uma variação de produtos de Pimenta há pelo menos 3. A Sabor de Goiás tem uma distribuidora na cidade e sua participação veio de um parceiro franqueado. Já a Life Energy afirmou que tem interesse em montar uma representação na cidade. Finalizando o Tuk-Tuk 1 Rolo de Café com Bolo é sediado na cidade de Ribeirão Preto mas ligado a pessoa com família em Caraguatatuba. Os demais participantes são oriundos de cidades como Caçapava, São Paulo, Santa Bárbara, Rio de Janeiro, Poá, Jundiaí, Osasco, São José dos Campos e Rio Claro.

um-rolo-de-cafe-com-bolo_megacycle-7

Segundo o Diretor Nacional de Eventos do Megacycle, Diego Treze, o custo de um evento como o que foi feito em Caraguatatuba não sai por menos de R$ 200 mil, com a Prefeitura bancando metade do custo. Sobre os participantes de peças, acessórios e alimentação, o Diretor conta que já existe um cadastro de apoiadores, que ao serem informados dos encontros, decidem se participam ou não, pagando valores em torno de r$ 1.000,00 . Ao mesmo tempo as barracas não suprem os custos do evento, com o restante vindo das grandes marcas de bebida, motos e acessórios, além dos patrocínios.

Para os Abutres os encontros são primordiais para firmar a marca do Moto Clube no mercado, além de difundir cada vez mais o objetivo social dos motociclistas, desmistificando os velhos paradigmas de que motociclistas são baderneiros, arruaceiros e briguentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *