Faz um desconto aí!!!!!!!!!!

Me dá um desconto

Recentemente o Governo anunciou que houve um aumento nas vendas dos automóveis, graças a redução do IPI (Imposto de Produtos Industrializados), como forma de amenizar a crise financeira mundial. Vale pensar nesta atitude como forma de criar um novo pensamento, o de reduzir os impostos.

O Governo Federal reduziu as alíquotas dos impostos como forma de manter a chama do consumo acesa e não cair na onda da Crise Financeira Mundial, que fechou fábricas, demitiu empregados e trouxe o caos e o desespero a milhares de famílias no mundo inteiro.

Dentre os festejos de manutenção da economia e do aumento – consciente – do consumo, vale levantar uma idéia para análise e discussão; a de que o Governo Federal poderia aprender a lidar melhor com impostos mais baixos, permitindo mais e melhores compras.

É sabido que a carga tributária brasileira é uma das maiores do mundo, ao ponto do empresário brasileiro necessitar trabalhar 15 dias para pagar os impostos mensais.

Sendo assim raciocinemos: Se a carga tributária fosse menor não haveriam mais contratações, menos desemprego, preços mais baixos e juros menores nas prestações?

Ao longo dos anos os Governos em Brasília desaprenderam a trabalhar com impostos reduzidos. Não seria uma boa idéia o próximo Presidente pensar nesta idéia???