*Ana Paula

 

(Continuação do dia 9 de Abril)

 

O Universo é tão completo que dois dias após esse ocorrido, numa conversa com uma outra mulher e ela me dizia que estava muito mal emocionalmente, com muitas dúvidas e que na noite anterior àquela nossa conversa, ela tinha passado muito mal; sentia um peso em todo seu ventre como se seu útero estivesse inchado, dizia ela; chegando até mesmo à desmaiar. (ela faz acompanhamento periódico no Ginecologista)

Imediatamente contei a ela minha história e ela disse que fazia todo sentido e que não havia pensado nisso.

Abriu pra mim uma história particular e entendemos que havia ali uma forte conexão entre o corpo em seu período menstrual e o desequilíbrio de suas emoções.

CLARO QUE NÃO ESTOU FALANDO AQUI QUE TUDO SE TRATA DE ALGO EMOCIONAL. HÁ CASOS QUE É NECESSÁRIO RECORRER AOS MÉDICOS E FAZER EXAMES, TRATAMENTOS, ETC.

Porém mesmo nesses casos, eu particularmente acredito que existe um fundo emocional.

Nós mulheres temos a sensibilidade muito aflorada. Somos intensas em falas, ações e sentimentos.

Você pode perguntar: “e aí, Ana? Isso é defeito ou qualidade?

Eu te respondo que depende. Pra saber se é defeito ou qualidade precisamos de algo chamado Equilíbrio!

Vou fechar o assunto de hoje falando o quanto é importante estarmos “de bem” com nosso corpo e alinharmos isso às nossas emoções. Emoções adoecidas causam danos que nem percebemos em nossos corpos. E quando aceitamos ciclos que se abrem e se fecham, recebemos saúde física e emocional.

Meu desejo hoje é que você esteja aberta para o que vem e o que vai.

Receba sua menstruação como uma mensagem única pra você à cada mês. Não a tenha como uma inimiga; não fale dela para outra mulher/menina como algo ruim e que atrapalha a vida. Ela faz parte do nosso corpo! Faz parte do nosso Ser Mulher!

CUIDE DO SEU CORPO!

CUIDE DAS SUAS EMOÇÕES!

 

Procure um Ginecologista periodicamente e se possível faça uma junção com um Psicólogo.

 

 

*Ana Paula,41 anos, nascida em Pernambuco. Escritora de livros voltados para o público feminino. Criadora da página @conectadaspelaalma, no Instagram, onde escreve e publica depoimentos de superação de mulheres marcadas pelos desafios da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *