O Emprego Sacrifica a Educação

Emprego Sacrifica Educação

A vida tradicionalmente nos reserva muitas surpresas e a vida moderna não fica atrás, com mais surpresas ainda e o pior, ou melhor, surpresas tecnológicas.

Agora me deixe explicar a seqüência de fatos que nos farão pensar, meditar e estão aos nossos olhos e nunca reparamos ou não demos a devida importância.

O Emprego sacrifica a Educação! Mas como isso acontece e porque acontece nos dias de hoje e não acontecia ontem.

A Educação, falo aqui aquela que nossos pais nos dão é feita todo dia, toda hora, a todo momento e a todo instante, do acordar ao adormecer, do ir a escola a praticar esporte, de estar com os amigos ou no trabalho, no dia-a-dia da família e do lar.

Antigamente apenas o nosso pai trabalhava, deixando a casa aos cuidados da mãe, que aproveitava e educava a nós, filhos, seja na higiene, nas lições, no trato a mesa, no vestir e nos portar.

Com o alto custo de vida a mamãe que ficava em casa apenas cuidando do lar e dos filhos, trocou de roupa, saiu de casa e foi trabalhar e alguns costumes foram acabando, como o hábito de sentar todos juntos a mesa, conversar e interagir.

Com o fim de alguns costumes a Educação ficou prejudicada em nome do Emprego e acabou por sobrecarregar as Escolas, pois sobrou para os professores educarem os filhos dos outros ao invés de apenas ensinar.