O Cliente sempre tem Razão!!! Esta velha máxima não tem sido seguida a risca nos últimos tempos, principalmente quando o assunto é alimentação e o gosto do freguês nos Restaurantes de Caraguatatuba. Basta pedir algo diferente do que o comércio imaginou para formar-se um Cavalo de Batalha e a resposta automática, que é o de cobrar a mais pelo preço estabelecido.

Prazer, satisfação, linha de produção e o lucro se misturam quando o assunto é alimentação comprada dos Restaurantes em Caraguatatuba. São dezenas de estabelecimentos do ramo da Gastronomia, que empregam centenas de Motoboys transitando pelas ruas da cidade levando o seu almoço, lanche, petisco, caldinho e outros tantos pratos servidos diariamente.

Para obter o máximo de lucro o comércio reduz, comprime e cria parcerias que nem todos os clientes apoiam. É arroz misturado com feijão, Strogonoff misturado com arroz e por aí vai, sem contar com as ínfimas quantidades, com pouquíssimas exceções. Estranho como o estabelecimento não enxerga que nem todos os consumidores gostam deste tipo de arrumação.

E quando você pede para separar os itens do prato solicitado??? É o mesmo que os Americanos atacarem os Russos com mísseis nucleares!!! É a Terceira Guerra Mundial declarada!!! Primeiro não sabem como fazer, não tem o bom senso de pensar o que fazer e por último vem a resposta automática; “Terei que cobrar um acréscimo!!!”, o que obviamente eleva o preço final da sua refeição.

O estranho é que não se percebe a situação, pois todo este imbróglio elimina a satisfação e o prazer do cliente em comer aquilo que escolhe e da forma que ele prefere. Outro detalhe diz respeito ao acréscimo de custo, pois a diferença de custo entre os diversos tamanhos do marmitex é muito pequena, não havendo problema em trocar um pelo outro, pois o benefício da satisfação do cliente e do seu retorno ao comércio, equivale a troca, isto sem contar que não haverá perda de material, pois nem todos os clientes pedem sua alimentação desta maneira.

Esta regra se apresenta viável mesmo com os aumentos dos preços das embalagens.

Esta maneira de empratar o pedido se assemelha aquele filme de Charles Chaplin, “Mundo Moderno”, onde o ator trabalha numa linha de produção apertando dois parafusos e quando mandam fazer outra função, a desconhece e comete erros seguidos.

É importante que o comerciante seja mais maleável, pois nem todos os clientes são como ele imagina ou aceitam a maneira dele trabalhar. Atualmente o cliente está mais exigente e cativá-lo, dar a ele prazer e satisfação, é sinal que os negócios vão continuar, vão prosperar, pois em tempos de Pandemia, um cliente que se perde pode resultar em prejuízos continuados nos próximos meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *