É no ano Eleitoral que os pré-candidatos começam a se mexer, ou seja, tentar captar a confiança do Eleitor. Nos meses que antecedem o pleito é comum aparecem Pesquisas de Opinião e Intenção de Voto que geralmente colocam os opositores da atual gestão em situação favorável. Não se iluda com estes números, pois eles não retratam a verdade em São Sebastião.

Ano de Eleição já é motivo de apreensão por parte dos Eleitores. Ao longo dos anos a responsabilidade de votar corretamente, no candidato certo que trará modernidade a cidade, uma qualidade de vida melhor ao povo e o devido respeito ao uso do Dinheiro Público causa um certo pavor e um grande peso nos ombros do Eleitor.

Ao mesmo tempo certos candidatos, querendo captar a confiança do contribuinte, divulgam e realizam Pesquisas de Opinião e Intenção, ao invés de mostrar o que farão, de forma velada é claro, pela cidade se eleitos. O grande problema é que geralmente estas pesquisas, realizadas nas Redes Sociais, não tem qualquer fundamento técnico-científico, pois ao menos foram registradas no Cartório Eleitoral e não foram feitas por Institutos registrados para tal.

Uma Pesquisa Eleitoral com o peso da verdade necessita de certos registros e informações, bem como a assinatura de um Estatístico, de um Sociólogo e outros detalhes que refletem a fiel importância do trabalho exercido.

A partir do fato de que tais Pesquisas são irregulares e feitas de qualquer modo e jeito, o destino é bombardear o Eleitor com estes números que geralmente apontam o candidato que a elaborou como o vitorioso e primeiro colocado neste certame, e nunca quem está no poder. Estranho não???

Outro ponto é que geralmente estas Pesquisas são feitas nas Redes Sociais, onde a regra é opinar, ou melhor, votar, melhor ainda, descarregar votos num determinado candidato mostrando que este candidato tem a confiança do Eleitorado. O que eu me pergunto é como um pré-candidato pode apresentar índices tão altos num quadriênio onde a sua participação foi ínfima e quase desapercebida, em detrimento de outros, no caso, o Prefeito Felipe Augusto, que vem desenvolvendo desde que se elegeu em 2016.

Estas artimanhas tem por base desestabilizar o atual mandatário, bem como inserir no contexto Eleitoral da cidade um outro candidato, geralmente inexpressivo e sem qualquer chance de cativar o povo para obter o seu voto. As Pesquisas de Intenção e Opinião devem ser analisadas a partir da Campanha Eleitoral, principalmente no debate de ideias visando a melhoria da sua cidade, no caso São Sebastião. Desta maneira não se empolgue, se iluda ou se enerve com esta avalanche de Pesquisas Irregulares, pois a verdade vem sendo escrita desde 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *