A Cidade de São Sebastião mostra que governar não é apenas melhorar a qualidade de vida de seus moradores ou desenvolver o município com Políticas Públicas e Equipamentos Municipais que garantam este suporte. Governar é estar em sintonia com as Instituições já conhecidas alicerçando ainda mais a estrutura da Administração Pública, visando o bem estar de seus contribuintes. A segunda gestão do Prefeito Felipe Augusto mostra que isto pode ser feito, dando exemplos visíveis no dia-a-dia do Sebastianense.

Gerenciar uma cidade é cuidar de seus moradores, priorizar a resolução dos principais problemas, reservar parte do Orçamento para investimentos pensando na modernidade, no desenvolvimento e na manutenção. Cuidar da infraestrutura e dedicar esforços tanto para a área urbana, a área rural e agrícola, além de manter atualizada a mola mestra da Economia local, que no caso é o Turismo.

Todas estas obrigações fazem parte do voto de confiança dado pelos Eleitores deste município nas duas últimas Eleições Municipais ao Prefeito Felipe Augusto para que ele guie a passos largos e focado no desenvolvimento a cidade de São Sebastião.

A Administração Pública é algo envolvente, meticuloso e extremamente complicado, pois lida com Dinheiro Público, com o dinheiro suado de cada contribuinte, que paga seus impostos e exige o retorno do valor pago em melhorias para o bairro e a cidade em que vive e nesta engrenagem está incluída a parceria com os Institutos estabelecidos e criados pela Sociedade Civil Organizada, como as Secretarias da Habitação, Meio Ambiente, Segurança Pública, dentre outras.

Entre estas instituições devemos incluir a OAB – Ordem dos Advogados do Brasil – no caso a Subseção de São Sebastião e o Crea – Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura. A primeira com evento formal inseriu a Pedra Fundamental na futura sede da OAB na cidade, prédio esse que abrigará os profissionais ligados ao Direito, com direito a local para palestras, estudos, conferências e funções administrativas da classe.

Outro evento que também merece destaque é a parceria, com direito a criação de Força Tarefa, juntamente com o Crea, para fiscalização das obras na cidade, bem como a observância das regras e protocolos ligados a Construção Civil, que representa uma categoria que praticamente não parou durante a Pandemia e que está estritamente relacionado a infraestrutura urbana, ao Meio Ambiente e uma melhor qualidade de vida.

Como se vê, ser o gestor de uma cidade é muito mais do que fazer política ou discutir ideais, é sincronizar tarefas, obrigações e planejamento do Poder Público com o povo e as instituições. Neste ponto São Sebastião dá exemplo.

Fotos: Comunicação/PMSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *