Hoje estou aqui para falar de uma lenda que ocorreu na cidade de Barcelos Portugal, a qual hoje é reconhecida e representada pelo seu Mascote chamado “Galo de Barcelos”.

Um dia, os habitantes de Cidade andavam alarmados com um crime que ocorreu o qual ainda não se tinha descoberto o criminoso. Até que certo dia, apareceu um galego (habitante da região Espanhola Galícia) que se tornou suspeito. As autoridades resolveram prendê-lo, apesar dos seus juramentos de inocência, falando que estava apenas de passagem em peregrinação a Santiago de Compostela, para cumprir uma promessa,

(muito lindo esse percurso).

Condenado à morte na forca, o Homem pediu que o levassem à presença do juiz que o tinha condenado. Concedida a autorização, levaram-no à residência do magistrado, que nesse momento estava num banquete com alguns amigos. O galego voltou a afirmar a sua inocência e, perante o descaso dos presentes, apontou para um galo já assado que estava sobre a mesa e exclamou:

“É tão certo eu estar inocente, como certo é esse galo cantar quando me enforcarem! O juiz empurrou o prato para o lado e ignorou o apelo, mandando que fosse cumprida a pena! Mas quando o peregrino estava a ser enforcado, o galo assado ergueu-se na mesa e cantou. Compreendendo o seu erro, o juiz correu para a forca e descobriu que o galego se salvara graças a um nó mal feito. O homem foi imediatamente solto e mandado em paz. Passado algum tempo foi feito o Galo de Barcelos e dado como encerrado o caso.

Alguns anos mais tarde, o galego teria voltado a Barcelos para esculpir o Monumento do Senhor do Galo em louvor à Virgem Maria e a Santiago Maior, monumento que se encontra no Museu Arqueológico de Barcelos.

Espero que tenham gostado e aguçado a curiosidade para visitar essa linda cidade a norte de Portugal.

 

Nota da Redação:

Na coluna anterior escrevemos erroneamente sobre uma modalidade de Arte Marcial. O termo correto é Karatê Shotokan Jutsu e não Jiu Jitsu como foi mencionado. Pedimos desculpas pela falha!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *