verao-2017

 

Devo confessar que depois da malfadada exibição da dupla sertaneja e de origens campestres, Desgraça & Sem Graça, na manhã daquele 14 de dezembro numa rádio local, fiquei temeroso em redigir um texto que abordasse Clima, Meteorologia e suas subdivisões. Vencendo os temores e com o astral sempre em alta, vamos informar como será o Verão 2017, que teve início hoje – 21 de dezembro às 8h44 e termina em 20 de março às 7h29. Segundo os prognósticos será uma estação com muita chuva em janeiro, seca em fevereiro e chuvas acima do normal em março.

Uma Playlist para o Verão poderia iniciar com “Chuva que cai sem parar!!!”, seguida de “O Sol estava quente e queimou a nossa cara/Allah A Oh” e termina com “Chove Chuva/ Chove sem Parar!!!”.

O Verão é a principal estação do ano no Brasil e em especial, para nós em Caraguatatuba e no Litoral Norte. Durante estes 3 meses temos comumente dias quentes e mais longos, noites mais curtas e geralmente com névoa. Esta estação se caracteriza por chuvas curtas que de nada melhoram o calor, tornando o dia ainda mais abafado. Estas chuvas vêm acompanhadas de raios, trovões e relâmpagos, a chamada “tempestade magnética”. É neste período que se concentra o maior número de turistas e veranistas em nossa região e de dinheiro no ano.

Segundo o Meteorologista Alexandre Nascimento, da Climatempo, em janeiro irão ocorrer 2 ZAC’s – Zona de Convergência do Atlântico Sul, quando os ventos quentes da Amazônia fazem um corredor até as regiões Sudeste e Centro Oeste trazendo chuva em excesso. Neste Verão o fator principal será a La Niña, quando acontece o resfriamento das águas do Pacífico Equatorial e provoca uma quantidade acima do normal de chuvas, mas que não irá durar toda a estação.

verao-com-chuva

Se por um lado o mês de janeiro será de chuvas acima do normal, a temperatura será dentro da média, o que não acontecerá em fevereiro, que será um mês de seca e com altas temperaturas. O Verão termina em março com o índice de chuvas acima da média e temperaturas abaixo da média.

Com base nesta previsão pode haver alagamentos, deslizamentos e escorregamentos de morros e encostas, que já estão com o solo encharcado devido as fortes chuvas da Primavera, que contribuíram para a revitalização de represas, rios e bacias hidrográficas existentes na região.

Em suma, teremos um Verão normal, onde o excesso de chuvas de janeiro não deverá trazer prejuízos ao comércio da estação, pois Alexandre Nascimento relata que estas chuvas deverão ocorrer no período da tarde e da noite. Como é sabido é o período prolongado de chuvas que atrapalha o movimento de Verão e não as chamadas “Chuvas Agendadas e Diárias”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *