A empregada nossa de cada dia

Empregada Doméstica

Empregada, Empregada Doméstica, Assessora, Secretária do Lar, Faxineira, Arrumadeira, Amiga, Companheira do Dia-a-Dia, Assistente de Educação dos Filhos, Guardiã da Casa, Confidente, Colega, Madrinha, Sonho, Paixão Infantil, Tara, Fetiche. Quem não teve uma empregada em casa durante a infância, juventude, idade adulta ou como casado???

Quem não teve uma empregada que sua mãe depositava toda confiança, que cuidava de você como se fosse ela ou sua avó, lavava suas roupas, fiscalizava suas lições, atendia o telefone, anotava recado, fazia o almoço, guardava para o jantar ou deixava o prato pronto no forno para esquentar.

Quem não teve aquela empregada morena, mulata ou negra, nova ou mais senhora, do quadril largo, dos seios formosos, desbocada, da boca carnuda, dos cabelos cacheados ou pixaim, que nos ensinou o bê-a-bá, o qual olhávamos pela fechadura trocar de roupa ou tomar banho.

Quantas empregadas encerraram casamentos por causa da ansiedade de seus patrões ou foram motivo de piadas ao longo das últimas décadas.

Não importa o que ela tenha feito ou qual caminho sua vida tomou por causa dela. Esta é a nossa homenagem as Empregadas Domésticas, cada vez mais necessárias, sempre lembradas e nunca recompensadas como deveriam.