A Morte do bom Senso

Certa vez eu li que o Bom Senso havia morrido. No início achei graça, mas depois que caiu a ficha percebi o quanto grave e importante foi esta informação e o perigo que ela representa para a nossa sociedade.

O que é o Bom Senso? É a lógica, o normal, ideal, é aquilo que não custa nada fazer e dá um resultado exemplar. Bom Senso é Educação, é Segurança, Cortesia, Fino Trato, Etiqueta e por aí vai.

Alguns exemplos de Bom Senso: Escrever este texto em cima da hora e querer que seja uma maravilha (calma, isso não aconteceu!!!), é acordar atrasado e correr feito o Felipe Massa para chegar no horário. Dormir tarde e querer acordar cedo e bem é outra falta de bom senso.

Comprar equipamento de segunda mão e querer que ele funcione como novo e de última geração é a falta explícita do bom senso. Jogar lixo nos córregos ou rios é uma visível falta de bom senso ambiental.

Depois de tudo isso o Bom Senso morreu ou não??? Cada vez mais somos desorganizados e queremos fazer tudo como relógio suíço. Diariamente enfrentamos o trânsito como se estivéssemos em Interlagos, gastamos mais do que ganhamos, sujamos nossos rios, córregos e ruas e reclamamos depois que vem as chuvas, compramos gato por lebre e queremos que seja faisão.

Se não tivermos Bom Senso não teremos um rumo na vida, não teremos qualidade de vida e não merecemos morar em Sociedade, entre vizinhos e parentes.