Uma entidade que nasceu para defender o comerciante, empresário e empreendedor e que na última década adotou uma nova mentalidade para aprimorar seus conceitos, deveres e obrigações não poderia deixar de ser participativa, pois o comércio depende e está embutido em tudo que se faz num município. Para a ACE – Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba isso é uma questão de honra.

A regra é básica, simples e tradicional. Para vender e prestar serviços é necessário comprar material, estabelecer um local, anunciar o produto e principalmente, conhecer o cliente e a cidade onde está instalado. E como você vai conhecer a cidade e o seu cliente???

A resposta também é simples e direta. Primeiro você faz uma pesquisa e por conseguinte, você participa de tudo que a sua cidade faz, decreta, decide, discute e prepara, para com isso, manter-se preparado para todas as atualizações e novidades que possam levar você a atender e vender cada vez mais e melhor. Essa é a função da ACE – Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba.

A diretoria da ACE participa de todos os conselhos estabelecidos na cidade, como forma de manter-se atualizado, up to date nas principais tendências e caminhos que levam a cidade para o desenvolvimento, pois o comerciante associado precisa estar a par destas movimentações.

Existem na cidade, e a ACE participa de todas elas, os seguintes conselhos; Turismo, Parque Estadual da Serra do Mar, Meio Ambiente, Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, Urbanismo, Sepedi – Secretaria da Pessoa com Deficiência e do Idoso, Plano Diretor, Conseg – Conselho Comunitário de Segurança, da Facesp – Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo RA6 – Região Metropolitana do Vale do Paraíba – Serra da Mantiqueira e Litoral Norte, dentre outros.

Como podemos observar, cada conselho diz respeito a um assunto, que de uma maneira direta ou indireta, está ligado a função do comércio, ao trabalho do prestador de serviço, a vida de um empreendedor. Alguns exemplos merecem ser citados. No caso do Urbanismo e do Plano Diretor, há restrições e impedimentos para a instalação de alguns comércios. No caso do Conseg o comerciante deverá gastar um pouco mais com a segurança do seu estabelecimento.

Quanto ao Meio Ambiente o empreendedor fica sabendo o que deverá fazer com os resíduos resultantes do seu trabalho. Falar sobre o Turismo é saber a cara do turista e o que ele gosta, para poder oferecer melhor. No que tange a Facesp as deliberações acordadas dão maiores e melhores condições técnicas, burocráticas e jurídicas para o melhor desempenho no seu dia a dia.

Em suma, participar dos conselhos da sua cidade não é simplesmente ir a um reunião para ver amigos e autoridades, mas sim, fazer parte do progresso e desenvolvimento da sua cidade, através de uma entidade representativa da classe comercial de um município, que a cada decisão repassa aos seus associados, deixando-os atualizados para enfrentar as oscilações de mercado e do dia a dia.

 

Foto: Participação no Conselho de Meio Ambiente/Arquivo ACE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *