Armadilhas do Consumo

Armadilhas do Consumo 1

Vivemos hoje a era do “Eu Tenho” em detrimento do tradicional “Eu Sou”, ou seja, tem mais valor o ser humano que possui um Notebook, Celular de última geração, TV 3D Full HD, Carro Importado e por aí vai.

Os tempos atuais são de consumir acima de tudo, não importando o futuro e nem como será pagar o Cartão de Crédito no mês seguinte.

Um exemplo simples aconteceu na Páscoa deste ano. Segundo o Idec (Instituto de Defesa do Consumidor), os ovos com brindes como brinquedos custam o dobro dos ovos que não contém os brindes, além de ter menos chocolate, na proporção de 37,5%.

Isso mostra que tanto adultos como crianças se iludem com os ovos promocionais que tem brinquedos. Assim como disse o Idec, os brindes devem ser vendidos separadamente, como nas redes de fast food onde os clientes escolhem se o querem ou não.

Nesta ampla ilusão os pais pagam mais caro e as crianças comem menos chocolate, sem contar que usufruem de brindes de qualidade duvidosa e durabilidade que não ultrapassa o Feriado de Corpus Christi.

Nessa onda louca de consumo devemos pensar se é necessário e obrigatório e qual vantagem teremos disto. Caso contrário acumularemos uns quilinhos a mais no corpo e preocupações em demasia para pagar o Cartão de Crédito.