Crítica Gastronômica 3

 

O Site de Notícias CONTRA & VERSO inaugura a sua última e mais nova Editoria, a CRÍTICA GASTRONÔMICA. Como sempre inovando no mercado editorial e como veículo de comunicação, o CONTRA & VERSO apresenta tradicionalmente uma pauta variada, dentro de suas possibilidades, de sua estrutura e voltado para o seu público alvo, localizado não só em Caraguatatuba, mas em todo o Litoral Norte e Região Metropolitana do Vale do Paraíba.

A Coluna Crítica Gastronômica vai abordar os principais estabelecimentos comerciais do ramo alimentício da cidade. Nesta seção vamos analisar o serviço apresentado, o atendimento de seus funcionários, sua relação direta com o preço cobrado, a decoração da casa e suas dependências, a vestimenta de seus funcionários e a qualidade dos pratos servidos, dentre outros itens.

A coluna inicia abordando a Barraca de Lanches localizada na Avenida Dr. Arthur Costa Filho, esquina com rua Guarulhos, no centro da cidade. Sem um letreiro com o nome do estabelecimento, a barraca propriamente dita, feita de ferro e de modelo comumente usado em Feiras e Festas Temáticas apresenta alguns pequenos problemas.

Iniciando com as cadeiras de madeira desconfortáveis, dobráveis de botecos de praia, que não permitem uma alimentação tranqüila e prazerosa.

O pão apresentado é extremamente massudo e os sanduíches, de cardápio próprio, apresentam queijo como um dos ingredientes. Pena que não conseguimos encontrar o queijo, mesmo com o famoso pedido para “caprichar”. O Hambúrguer utilizado é o industrial e não o produzido na cozinha como qualquer cozinheiro de hamburgueria poderia preparar, tendo em vista o preço cobrado.

Solicitamos a inclusão de Vinagrete no prato e que a Batata Frita viesse seca e crocante. Infelizmente não fomos atendidos, pois a batata veio ainda crua, quase chegando ao ponto, faltando pelo menos uns 3 ou 5 minutos até o ponto certo. O Vinagrete foi elaborado de forma agressiva, com pedaços enormes de cebola e tomate e sem o tradicional gosto de óleo e vinagre, que adicionado a sua inclusão no sanduíche, no fundo, ao invés de em cima do queijo, umedeceu o pão estragando a consistência do sanduíche. Ainda sobre o preço, o sanduíche foi servido em pratos de isopor, ao invés de pratos, pelo menos, de plástico, dão um teor excessivamente descartável ao empreendimento. O local oferece banheiro, mas a sua distância, pelo menos de 50 metros, não é recomendável para quem tem problemas de estômago de ação rápida. Quanto ao pagamento, a falta de aceitação dos cartões Elo ou Cielo, restringem as opções ao consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *