BLOGUEANDO 11 – MAI – 2015

Bloguear 3

Repercute

É extraordinário. Cada vez que publicamos um Blogueando com os bastidores políticos da cidade o número de ligações e interpelações pela rua aumenta a olhos vistos. Quem nos interpela sabe que sempre pedimos a opinião do leitor quanto aos textos do Blog. É de nosso total interesse manter a qualidade do primeiro Blog de Conteúdo do Litoral Norte.

Jurídicas

Procuramos saber junto a consultores jurídicos sobre a situação de Aguilar perante as eleições de 2016 e as informações não foram as melhores.

Insistência

Esta coluna vira e mexe continua a tocar no assunto pelo fato do ex-Prefeito José Pereira de Aguilar se apresentar como a mais forte figura de oposição ao Prefeito Antonio Carlos nas eleições municipais de 2016.

Recurso

Aguilar continua a dizer para seus amigos e correligionários que sai candidato em 2016, graças a recursos jurídicos que serão conseguidos por seus advogados. Mesmo respondendo a 8 ações judiciais, o Mineirinho está convicto que terá a candidatura no próximo ano.

Versão Dele

A versão de Aguilar diz que não houve dolo ou enriquecimento próprio, no que diz respeito aos relatórios que apontam suas contas como desfavoráveis.

Outra Versão

Aguilar, segundo consta, já não fala mais em proibição no amplo direito de defesa, como vinha falando anteriormente e que era reproduzido por seus interlocutores.

Versão do Outro

De acordo com a versão dos especialistas consultados não há chance de Aguilar conseguir recurso que lhe garanta legenda e candidatura para 2016, pois no entendimento dos entendidos, antes do enriquecimento próprio e ilícito, está o prejuízo ao erário público.

Porcentagens

No último relatório, que foi considerado desfavorável e mantido pelos Vereadores na última votação, Aguilar forneceu dinheiro a Câmara Municipal em porcentagem acima do que determina a lei, caracterizando prejuízo ao erário público, ao tesouro municipal.

Desconhece

Se Aguilar não conseguir a legenda e a candidatura, a oposição terá um difícil caminho,que será encontrar um nome de consenso entre os vaidosos da oposição local.

Lembrete 1

Pediram para mencionar que a candidatura da advogada Ana Catarina Ferreira, neta de Benedita Pinto Ferreira não está descartada, apenas colocada na função “Hold On” ou “Stand By” para sentir a situação e saber qual alternativa tomar.

Lembrete 2

Outro lembrete diz respeito as pretensões do jovem Hélio Monteiro, que afirma estar com a legenda do PT em suas mãos para se candidatar, tendo o aval do ex-Senador Eduardo Suplicy. Hélio Monteiro é o jovem responsável por lutar pela vinda de Universidade Federal para Caraguá.

Apoio

O Vereador Lelau teria confirmado em entrevista dada a Fábio Ferreira da rádio Antena 8 FM que se não tiver espaço no partido, leia-se PT, irá procurar outra legenda para se candidatar, ou como ele se referiu, “estará a disposição”.

Temeroso

Segundo consta Lelau teme não conseguir legenda para se candidatar em 2016, o que frearia bruscamente seus planos políticos.

Retorna

E como o assunto volta a baila, mais uma vez é comentado que Lelau pode mudar suas malas para o berço tucano, onde teria acolhida, conforto e proteção.

Caciques

Ir para o PSDB não é nada, o problema é conviver com os Caciques daquele partido e disputar votos numa eleição com estes mesmos Caciques, ou seja, PSDB é sinal de problemas tanto internos como externos.

Caldeirão

Bastou você jogar no Google da política local o nome de um agente político que começam a pipocar tudo o que é possível e inimaginável a respeito dele. Tenho até medo quando soltar o meu nome nessa bagunça toda.

Amicíssimos

E numa destas descobrimos que o Prefeito Antonio Carlos e o Vereador Lelau não são apenas membros das casas mais importantes de uma cidade, mas sim mantêm uma amizade particular, extrema, próxima e bem parceira. Há informações que os mesmos lidam juntos com assuntos empresariais.

Greve

E os Servidores Municipais de São Sebastião já deram o primeiro passo para uma greve geral da categoria, no dia 19 deste mês. O assunto é grave, mas ao mesmo tempo simples: Falta de reajuste em 2014 e a não discussão do reajuste em 2015. O primeiro passo já foi dado, com o aviso da paralisação.

Petrobrás

A Prefeitura, por sua vez, continua usando os problemas com a Petrobrás para não conceder reajuste anual aos Servidores, ao invés de demitir alguns cabos eleitorais e cortar alguns gastos desnecessários, que ocupam a folha de pagamento e a lista de despesas mensais.

Aumento

O Vereador Júlio Alves vai protocolar Projeto de Lei aumentando o número de Vereadores de 15 para 17. A medida tem sido vista como eleitoreira e não política.

Estrutura

O aumento no número de Vereadores irá comprometer a estrutura da Câmara, no que tange a equipe assessores e as contas com equipamentos, custeio mensal, veículos, manutenção e outros.

Eleitoreira

A medida é eleitoreira pois reflete o medo dos Vereadores em não se reelegerem em 2016, assim como fez Lobinho em 2012. Se cada vez que eles nada fizerem e ainda quiserem se manter no cargo a custa de projetos, logo logo teremos uns 35 Vereadores em Caraguá.

Planilha

Em 2012 a Presidência da Casa na época fez uma planilha relacionando gastos com o número de Vereadores e dos 10 daquela época, viu-se que 11 Edis manteriam a mesma estrutura.

Política

Para quem acha que a medida é política, Júlio Alves poderia estar seguindo os preceitos de seu tio, o todo poderoso e maléfico assessor, Secretário de Esportes e homem de confiança de Antonio Carlos, Nivaldo Alves. Segundo este que também é filho do finado Firmino Alves, quanto maior a Câmara, menos chance o Prefeito tem de controlá-la.

Engano

Quanto a isso só posso dizer “ledo engano” ou simplesmente, “balela”, pois a história conta que nas últimas administrações os Prefeitos tiveram amplo e total controle sobre seus Legislativos.