Show mesmo, de verdade é ler a coluna que diariamente fala dos bastidores da política em Caraguatatuba.

 

Febre Amarela 1

E o problema da Febre Amarela gerou muita confusão na cidade. Era um tal de matar Macaco, que faltava vacina, que a vacina matou as pessoas. Isso tudo sem contar a corrida da população aos Postos de Saúde por puro medo e no caso de Caraguá, sem qualquer razão.

 

Febre Amarela 2

Até aí tudo bem, pois mesmo sem razão a massa descontrolada causa estas coisas. Agora o que não se pode admitir é o Secretário da Saúde, Amaury, chamar o povo de boiada quando se dirigia as UBS para se vacinar.

 

Febre Amarela 3

Que os religiosos consideram os seus seguidores como o seu rebanho e que eles são os pastores das almas e do espírito destas pessoas tudo bem, mas chamar o povo de boiada não ficou lá muito legal!!!

 

Isopor

E o Secretário de Meio Ambiente Marcel Giorgeti, ao que parece, cometeu um equívoco ao dar uma palestra para crianças numa escola da cidade.

 

Reciclado

A gafe teria vindo quando uma criança perguntou se Isopor seria reciclável e o Secretário de pronto respondeu que não. Coisas do Mundo Ambiental!!!

 

Replicou

E o povo que tudo olha, tudo vê e comenta não deixou por menos e retrucou a afirmação do Secretário Marcel, publicando nas Redes Sociais que o Isopor pode ser reciclado sim. Acontece nas melhores famílias!!!

 

Floresta

E a fachada do prédio da Saúde Mental apareceu na Internet com mais mato do que o Parque Estadual da Serra do Mar. Há receio de que algum paciente possa se perder no caminho entre o portão e a porta de entrada do prédio!!!

 

Depredação

Fotos na Internet denunciam depredação da mureta na avenida da praia. Não, não estou me referindo a quebra feita para a vinda do Circo que mudou de lugar. Trata-se de furto da mármore num trecho da mureta, sentido Indaiá.

 

Acompanhante

A Sepedi – Secretaria Municipal que cuida do Idoso e da Pessoa com Necessidades Especiais veio a público reforçar a ideia de que o acompanhante da Pessoa com Necessidade deve usar o passe dado a ela apenas quando do transporte do especiais.

 

Apoio

No Cadastro da Secretaria, que está sendo refeito e atualizado, todo aquele que tiver Necessidades Especiais ganha passe gratuito de ônibus, bem como o seu acompanhante, que como o nome já diz, o acompanha e auxilia no transporte diário de seus afazeres.

 

Livre

O que tem acontecido é que estes acompanhantes, aproveitando-se do Passe Livre, andam para cima e para baixo gratuitamente de ônibus, o que contradiz a concessão a qual lhe foi dada.

 

Separar

O certo é usar a Credencial quando estiver acompanhando a Pessoa com Necessidade e pagar do próprio bolso quando estiver tratando de assuntos particulares.

 

Povo

De nada adianta lutar por um país mais limpo e justo se o Povo, que é a razão de tudo, se mantêm com base em regras antigas e agindo de forma egoísta.

 

Demissão

Outro assunto que bombou nas Redes Sociais foi a dispensa do médico João Moretti. Pelo que se mostra e confirmado pelo profissional, a demissão não teve qualquer razão e isso deixou a população enfurecida.

 

Comentários

Os comentários foram vários e alguns até agressivos e mesmo assim a atual gestão humanizada não reverteu a situação.

 

Caso China

E o Don Quixote de Caraguá, José Luiz das Neves divulgou que a Justiça invalidou mais uma vez, a tentativa do Vereador China de se manter na Câmara Municipal.

 

Mesa Diretora

Resta agora saber se a Câmara irá acatar a decisão do Tribunal ou se irá mais uma vez fazer vista grossa quanto a situação e manter o Vereador que está impugnado.

 

UPA x ACS 1

Recordando o caso da UPA erguida na gestão anterior, que a atual administração acusa ter recebido valores sem o correspondente na construção.

 

UPA x ACS 2

A primeira ação foi arquivada por falta da Assinatura Eletrônica, o que causou um disse me disse nos bastidores do meio jurídico.

 

UPA x ACS 3

Só que a segunda ação resultou em sentença da Segunda Vara do Fórum local, bloqueando os bens dos envolvidos no caso.

 

UPA x ACS 4

No caso os envolvidos são o ex-Prefeito Antonio Carlos, os Engenheiros Gílson Mendes e João Alarcon e o Secretário de Saúde na época, Juan Lambert, sendo que apenas Alarcon não teve seus bens bloqueados.

 

UPA x ACS 5

A defesa de Gílson se baseou no fato de que a obra não estava abandonada, constatada por fotografias e que não foi dado o direito da ampla defesa.

 

UPA x ACS 6

No caso do ex-Prefeito o mesmo se baseou da mesma forma, com a alegação de que foi intimado após o prazo processual, sem o direito de defesa e com a alegação de que havia verba para o término da obra, além das fotografias que comprovam que a obra não estava abandonada. Finaliza o ex-Prefeito de que a declaração dada de abandono foi feita por Servidor com função de Agente Administrativo, que não é destacado para este tipo de serviço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *