Se esta é a melhor coluna política de Caraguá e do Litoral Norte, não podemos dizer o mesmo do Turismo em nossa cidade, que ainda padece de estrutura e direcionamento.

 

Lixo

O policial reformado Wilson Martins postou nas Redes Sociais uma reclamação contra o Vereador Duda Silva, que há mais de um ano não intermedia ou solicita para o Executivo, melhorias para o bairro da Prainha.

 

Luz

A questão é de pura economia. Não precisa ser Verão para você economizar energia elétrica. Quando não estiver nos cômodos apague a luz, desligue o ventilador.

 

Água

O mesmo é para a nossa água de todo dia. Feche a torneira ao acabar de usar. Mantenha a torneira fechada enquanto estiver escovando os dentes e se ensaboando no chuveiro. Veja se o ladrão da caixa está funcionando para evitar desperdício e não faça da sua mangueira uma vassoura d’agua e não invente de lavar o carro diariamente.

 

Patrimônio

Estando na praia ou em qualquer lugar, proteja o seu patrimônio. Mantenha portas e janelas trancadas quando estiver viajando ou for sair. Se ficar vários dias, peça para o vizinho manter a fachada limpa e que ele recolha jornais, revistas ou propagandas que comumente chegam para você.

 

Moderno 1

Sabe que este negócio de se tornar moderno tecnologicamente tem o seu preço, aliás, tudo na vida tem o seu preço, pois toda ação tem uma reação e dela, devemos sempre tirar algo de bom, de proveitoso.

 

Moderno 2

Eu explico: Há cerca de quatro meses adquiri, depois de muitos anos, um telefone celular do tipo Smartphone. Rapaz o bagulho é doido, como se diz na gíria. A facilidade, a agilidade, rapidez, versatilidade e quantidade de programas é enorme.

 

Moderno 3

Mesmo assim tomo alguns cuidados: Quando estou na rua vejo minhas mensagens apenas em local seguro, fechado, onde não terei a chance de ser furtado. Sendo assim, se eu demorar para te atender ou responder sua mensagem no Whatsapp, é porque estou na rua e não quero arriscar.

 

Moderno 4

Como já havia dito, agora posso usar o Instagram e postar meus textos nos diversos grupos existentes no Whatsapp a qual fui adicionado. Esta expansão de limites e domínios é algo salutar na tecnologia.

 

Moderno 5

Numa dessas comecei a postar meus textos do Contra & Verso num grupo destinado a notícias veiculadas entre os Jornalistas da região.

 

Moderno 6

Para quem achava que tecnologia é um mar de rosas, na verdade enfrentei o Inferno de Dante. Bastou eu postar os textos do Contra & Verso para experimentar o que há de pior na raça humana; Ataques pessoais, críticas descabidas e indevidas. Fui achincalhado na parte pessoal, sem qualquer menção ao lado profissional.

 

Moderno 7

Resultado, depois de muita porrada e de comentar isso nas Redes Sociais, o que eu considerava uma falta completa de profissionalismo, um amadorismo sem fim, criaram um clima, um impasse e acabei sendo excluído do grupo de Imprensa.

 

Moderno 8

Como havia dito, eu sei que existe a reação e um preço a se pagar, mas não pensei que fosse tão rápido e á vista, pois não aceitaram nem um parcelamento!!!!!!!!!!!!

 

Moderno 9

Quando eu falo eu não digo por dizer. Falo com propriedade, conhecimento, experiência, análise e após ter ouvido as ruas, o que o povo pensa e comenta. Então, de Cátedra posso dizer que o combate aos meus textos foi feito com profundo amadorismo.

 

Moderno 10

Jornalistas críticos, vorazes ou não, existem em todo lugar e servem para equilibrar a balança da informação, geralmente construída pelo Poder Público, seja para enganar, seja para direcionar ou para esconder o que realmente está acontecendo.

 

Moderno 11

Na verdade é bom, é salutar que existam estes Jornalistas, pois eles nos mostram o que realmente está acontecendo e com isso, o Poder Público pode observar o que está fazendo de errado e iniciar a solução deste problema.

 

Moderno 12

Um exemplo disto é o filme “A Soma de todos os Medos”, com Ben Afleck e Morgan Freeman, baseado no romance de Tom Clancy, onde o Diretor da CIA e o Chefe da KGB – Agências de Espionagem e Inteligência dos Estados Unidos e na época, União Soviética, trocavam figurinhas periodicamente, com o simples objetivo de manter o equilíbrio do mundo.

 

Moderno 13

Numa dessa divulgo a todos e de graça, como suportar ou conviver com Jornalistas críticos, assim como eu!!!! Vamos dividir em quatro aulas.

 

Moderno 14

Aula 1: Se você que trabalha para um assessorado não concorda com o texto publicado por terceiros é simples; Entre com um Direito de Resposta. O único risco é você ter que ler no final a tradicional frase: “Esta Redação mantêm as informações contidas no texto”.

 

Moderno 15

Aula 2: Se você acha que tem algo de errado no texto e não se deu por satisfeito com a aula 1, pode processar o Jornalista na Justiça. Mas veja bem, o texto precisa ter indicações claras de Calúnia, Difamação ou Injúria. A simples e pura opinião não dão margem para processo algum e se o Juiz perguntar quem teria informado o Jornalista, por lei ele não é obrigado a mencionar, mesmo sabendo que pode ir preso, mas que sairá livre horas depois graças a um Habeas Corpus.

 

Moderno 16

Aula 3: Para equilibrar a possível ação negativa causada pelo texto deste Jornalista, cabe ao Assessor de Comunicação produzir mais e mais Releases, alguns até diretamente relacionado com o que foi publicado pelo Jornalista, e distribuí-los entre os Veículos.

 

Moderno 17

Aula 4: Outra alternativa seria o de aumentar a inserção de Publicidade Pública nos canais com quem tem contrato. Se o Assessorado tem uma extensa lista de veículos sob contrato fica ainda melhor. Desta maneira a população verá mais das ações positivas do Assessorado do que o suposto texto negativo do Jornalista. Um exemplo disso é a Petrobrás, toda vez que derramava óleo em algum lugar do país.

 

Moderno 18

Estas são as dicas para tentar derrubar os textos que o Poder Público encara como negativos. São todas razões técnicas e profissionais, feitas mediante estudos de pessoal capaz e voltado para a área, ou seja, não queira tentar derrubar alguém pelo lado pessoal, pois você só mostra o quanto é pequeno, servil, incapaz, um zero a esquerda que faz peso e volume demais neste belo planeta azul.

 

Moderno 19

Um dos grandes problemas em casos como este é tratar os críticos como inimigos, não aceitando suas indagações, vendo-os apenas como alguém que deseja o mal, o que não é verdade!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *