Estamos ás vésperas de mais uma eleição. No Brasil isso acontece a cada dois anos e movimenta tanto a economia local quanto aos pseudo líderes comunitários, popularmente chamados de Cabos Eleitorais. Devido a falta de união na região, mais uma vez vemos uma enxurrada de nomes que irão embaralhar e picar os poucos votos que a região tem.

 

Quantidade

O Litoral Norte apresenta-se rico de candidatos nas eleições deste ano, que irão eleger do Presidente da República ao Deputado Estadual, passando por Senadores e Deputados Federais nas 27 unidades da Federação.

 

União

A falta de união das lideranças da região propagam o surgimento de diversos candidatos, o que parcela o voto e dificulta a certeza na eleição destes candidatos.

 

Ambos

O Litoral Norte terá candidatos tanto a Estadual como a Federal concorrendo este ano.

 

Distrital

O melhor seria se o pleito fosse Distrital, o que concentraria os votos de cada candidato apenas no seu distrito, no caso seria o Litoral Norte. Neste caso não teríamos os paraquedistas que comumente surgem por aqui a caça de votos.

 

Helinho

Vamos começar com uma desistência. O Taxista e líder político Helinho Monteiro que anunciou a sua candidatura a Deputado Estadual, desistiu do pleito alegando falta de estrutura administrativa e financeira, além de problemas políticos para viabilizar suas intenções.

 

Colucci

O ex-Prefeito de Ilhabela, conhecido como “Prefeito Pescoção” anunciou que sai candidato a Federal, usando os oito anos a frente da Prefeitura de Ilhabela como base, além da proximidade com o atual Governador, Márcio França como trunfo.

 

Gleivison

Outro que anunciou sua candidatura a Deputado Estadual é o Vereador Gleivison, de São Sebastião. Pelo visto desistiu, pois apenas anunciou e nada mais foi dito.

 

Thifany

A ex-candidata a Prefeito nas eleições de 2016, Thifany Félix é candidata a Deputada Estadual.

 

Tuca

A Quiosqueira e ex-candidata a Vereador nas eleições de 2016, Tuca do Quiosque é candidata a Deputada Federal nas eleições deste ano. No meio político sua candidatura nada mais é do uma ação para manter o nome em voga, visando as eleições municipais de 2020.

 

Marcelinho

O ex-Secretário de Esportes de Ubatuba, o ex-jogador de futebol Marcelinho Carioca é candidato a Deputado Estadual. Não preciso nem mencionar que a base dele será o esporte.

 

Cássia

A ex-candidata a Vereador e atual Presidente do PT na cidade, Cássia Gonçalves é candidata a Deputado Estadual e deverá usar seu histórico de trabalho como base ou ainda para firmar o nome visando o pleito de 2020.

 

Michelli

A filha do ex-Prefeito Antonio Carlos, de Caraguatatuba e esposa do Prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto é candidata a Deputado Estadual. Dentre os presentes é a que apresenta a mais forte estrutura de campanha.

 

Copiando

Parodiando o moço da latinha, se este colunista esqueceu de mencionar algum candidato pelo Litoral Norte, favor comunicar o Editor Chefe para a devida inclusão!!!

 

História

O Litoral Norte já teve representantes na Assembléia Legislativa. Trata-se dos ex-Prefeitos Paulo Julião, por São Sebastião e Antonio Carlos da Silva, por Caraguatatuba. O primeiro ficou dois mandatos e o segundo por apenas dois anos, quando saiu candidato a Prefeito.

 

É não É

Tivemos também o candidato Mozart Russomano, que se elegeu para um único mandato. Sua base eleitoral era Caraguatatuba, mas apenas depois de eleito é que a maioria do eleitorado local soube da sua candidatura, que teve como base o irmão, Celso Russomano, Deputado Federal.

 

Tentou

No passado o ex-Vereador na época, Almir Alves, tentou o seu ingresso na Câmara dos Deputados em Brasília, porém, sem sucesso!!!

 

Tentaria

Há quem diga que o Maléfico tentaria a proeza de sair candidato a Deputado, mas a falta de apoio de seu padrinho, Carlos Sampaio, foi o principal motivo.

 

Racha

Já falamos e voltamos a repetir. A candidatura de Maléfico serviria para uma tentativa de reforçar o seu nome como candidato a Prefeito em 2020, o que certamente resultaria num racha na base governista para a reeleição do atual Prefeito.

 

Discordou

Nos bastidores políticos comenta-se que Aguilar Pai queria o seu filho, Tato Aguilar, como candidato a Deputado Estadual, o que teria sido rejeitado pelo irmão, o atual Prefeito. Dizem que esta discórdia teria gerado um mal estar familiar momentâneo.

 

Paraquedistas

Infelizmente os Paraquedistas vão aportar por aqui durante o período eleitoral, mais precisamente pelas mãos de líderes comunitários visando o pleito de 2020 ou por algum Vereador em busca de financiamento de campanha visando as mesmas eleições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *