Combate à Violência é liderado por Michelli em São Sebastião

A Primeira-Dama de São Sebastião, Michelli Veneziani está liderando e coordenando a Campanha contra a Violência no município, que visa reduzir, orientar e conscientizar a população sobre os casos de Violência, principalmente a doméstica na cidade contra a Mulher principalmente. O assunto é delicado e só com a união de forças é que irá terminar de uma vez por todas.

Se o Confinamento Social referente a Pandemia do Corona Vírus tem por objetivo resguardar os Grupos de Risco e a população como um todo dos perigos desta doença, por outro lado revelou um grave problema: A Vida Moderna não está preparada para o convívio diário e ininterrupto das famílias, que estão acostumadas a conviver por breves momentos e esporadicamente por algumas horas nos momentos de lazer em festas ou finais de semana.

Devido a este lado negro da Pandemia, o número de agressões contra esposas e filhos, que já tinha uma porcentagem considerável, aumentou nestes tempos de Covid-19, congestionando a Justiça e tumultuando as Delegacias da Mulher através da Lei Maria da Penha, com base nas várias agressões e até homicídios entre casais. Se por um lado aumentaram as agressões a poluição, qualidade das praias e do ar nas grandes cidades e capitais melhorou sensivelmente.

No caso das agressões domésticas a grande questão não é a de julgar os culpados e a eles aplicar as punições que manda a lei, mas sim, tentar identificar e resolver no clímax da discussão e impedir a sucessão e continuidade das agressões, que normalmente começam com simples discussões e finalizam com surras homéricas, fraturas, hematomas e sequelas eternas.

Uma forma de impedir estas situações catastróficas foi criada pelo Conselho Nacional de Justiça e a Associação dos Magistrados da maneira mais simples, direta e objetiva. Um Sinal de Aviso, uma marca mostrada pela mulher que avisa as pessoas sobre as agressões que sofreu e vem sofrendo. Neste caso seria um “X” na palma da mão, o famoso “Sinal Vermelho”, que pode ser escrito com o batom, uma caneta ou qualquer outro produto, mostrando que a mulher está sofrendo Violência Doméstica.

Em São Sebastião não teria pessoa mais indicada para liderar e coordenar esta campanha do que a Primeira-Dama, Mãe e profissional capacitada, Michelli Veneziani, juntamente com toda a organização da Prefeitura para o auxílio e cuidado destas mulheres.

No município o trabalho já vem sendo feito desde 2017, através da GCM – Guarda Civil Municipal – e as Secretarias de Promoção Social e Saúde. Nos últimos quatro anos a GCM efetuou 1,9 mil atendimentos, que resultaram em 12 prisões e 351 Medidas Protetivas, afastando e tirando das ruas mandantes e executores de Violência Doméstica e Feminicídio.

A Casa Poderosa, criada no ano passado é o local de amparo para as vítimas de agressões familiares, que tem em sua organização Assistência Social, Cursos de Capacitação e Ações de Parceria, seja em Ginecologia, Psicologia, no Social e Jurídico, resguardando as vítimas e preparando-as para retornar a vida normal, pois em São Sebastião este, bem como outros assuntos prioritários são tratados com carinho e respeito ao morador e ao Dinheiro Público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *