Uma estrada livre até as Urnas

Passada a tempestade que fritou o ex-Secretário Nivaldo Alves e mostrou os reais interesses e a coragem de outros membros do Primeiro Escalão Municipal em Caraguatatuba, o meio político respira agora mais aliviado, juntando fôlego para as novas investidas que estão por vir. Baixada a poeira quem se mantêm de pé, com a situação definida e numa posição mais cômoda é o agora Engenheiro Civil Gílson Mendes.
O remelexo feito pelo Prefeito Antonio Carlos da Silva, quando ao ser inquirido por uma rádio local, manifestou sua ira quanto aos membros do Primeiro Escalão que estariam fazendo campanha política antes de um ano eleitoral. Estimulada ou não, esta ação serviu para mostrar quem é quem na disputa eleitoral dentro do ninho Tucano, nos calabouços do poder, deixando livre o caminho para o Engenheiro Gílson Mendes ser definido como o sucessor do Prefeito Antonio Carlos depois de 16 anos no poder e as portas de sua aposentadoria política, da sua volta as raízes, a dedicação para com o comércio, sua família e seus netos.
Não vou neste texto questionar o bombardeio realizado para obter a limpeza política necessária, pois isso já foi feito em outros textos e na coluna Blogueando, mostrando o que cada um deseja, almeja, prefere e tem feito. Mesmo com a possível escolha do nome vir de uma pesquisa interna dentro da legenda Tucana, não se vê obstáculos ou interferências para sacramentar o nome do engenheiro em abril do próximo ano.
De acordo com o novo Coordenador da campanha Tucana, o Assessor Parlamentar Lúcio Fernandes, o nome do sucessor de Antonio Carlos da Silva virá de pesquisa interna dentro dos filiados da legenda, entre o médico Marcelo Ugatti, o Vereador Neto Bota e o Engenheiro Gílson Mendes, que deverá se filiar o quanto antes. A situação é clara e não são necessários factóides políticos. Marcelo Ugatti declarou anteriormente que se manifestará se for chamado ou convidado e em caso contrário, permanecerá filiado e quieto no seu canto, ou melhor, dedicando sua vida a medicina e a família. Neto Bota que se auto qualificou como o melhor candidato não conseguiu fazer jus ao que foi propagado e agora não tem mais lugar no ninho Tucano, sentindo-se incomodado e aguardando a “janela da infidelidade” para trocar de legenda. No frigir dos ovos Gílson Mendes mostra-se o mais qualificado para receber a “Benção da Sucessão”, pois além de ter o caminho livre, detêm os itens necessários e já explicitados, seja pelo Prefeito como pelo Vice-Prefeito em entrevista a coluna Blogueando do Site de Notícias CONTRA & VERSO.
Como se vê, através da pintura deste quadro que a situação é cômoda e tranqüila para Gílson Mendes, mesmo antes do extermínio político no final de agosto, que agora poderá trabalhar e trabalhar ainda mais, preparando a base para a indicação governamental em abril do ano que vem e seguir forte e rijo rumo as eleições de outubro e a posse da cadeira mais disputada da cidade, situada na rua Luis Passos Júnior, 50.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *