Continuamos Escravos

Continuamos Escravos

Como eu já havia dito, costumo escrever quando consigo o tema e as vezes a redação não bate com a data em questão, como por exemplo a Libertação dos Escravos. Neste caso vamos falar que não foram somente os negros os escravos, mas que atualmente somos de uma maneira ou outra, escravos também.

Não foram apenas os negros que sofreram com o maus tratos dos brancos, de uma forma ou de outra, todos nós sofremos de alguma maneira, por algum motivo e de algum jeito.

A escravidão nos tempos de hoje tem outro sentido e maneira. Somos escravos do Consumo, do ter ao invés do ser, somos escravos da beleza, da sofisticação, dos horários e da aparência, somos escravos dos maus patrões e dos sapos que infelizmente temos que engolir deles periodicamente.

Atualmente enveredamos por uma Escravidão difícil de sair, de libertar e esta Escravidão machuca devagar, por dentro, aos poucos e não haverá anti-escravagista para nos ajudar.