Ladrão de Vidraça

Recentemente o Site de Notícias CONTRA & VERSO publicou matéria sobre a onda de violência que assola a cidade, graças, em parte, a redução na Atividade Delegada na cidade. Ao mesmo tempo, o município, ou melhor, os comércios do centro da cidade, foram vítimas de uma nova modalidade criminosa – O Furto através da quebra das vidraças.

Nos últimos dias os comércios do centro da cidade de Caraguatatuba tem sido atormentados por um ladrão, que ao invés de usar arma e mediante violência, pratica o roubo – artigo 157 do Código Penal, estoura a vidraça das vitrines durante a madrugada com uma pedra e leva o que pode, praticando o furto – artigo 155 do Código Penal. A maioria dos crimes foi flagrada pelas Câmeras de Segurança sendo que alguns fizeram o tradicional Boletim de Ocorrência na Polícia Civil e outros diretamente com a Polícia Militar.

Furto Ótica Ponto de Vista 1

Segundo as fontes consultadas o CONTRA & VERSO apurou que comércios foram furtados; Loja Lara, Ótica Ponto de Vista (foto), a Press On e Água do Mar. O modus operandi, ou seja, a maneira com a qual o marginal pratica seus crimes é igual. Durante a madrugada, transitando com uma bicicleta e munido de uma pedra, verifica a situação e quebra a vidraça principal, onde estão os principais e mais caros produtos de cada estabelecimento, saindo em desabalada carreira em seguida.

Todos os furtos foram constatados através de Câmeras de Segurança e foi através deles que a Polícia Civil chegou ao suspeito, de iniciais I.C.S. (foto), de 21 anos, conhecido por “Alemão” e morador no bairro do Ipiranga. De acordo com as informações obtidas com nossas fontes nas Polícias Civil e Militar, o suspeito é usuário de drogas, costuma furtar seus vizinhos, já teve tratamento de reabilitação custeado por um comerciante e um investigador de polícia, mas rejeitou ambos e voltou as ruas para as drogas e o crime. Ainda segundo a Polícia por ter havido crime de furto sem o devido flagrante, o suspeito foi liberado, sendo indiciado a revelia, pois encontra-se foragido.

Furto Ótica Ponto de Vista 2

Outras informações dão conta de que o suspeito citado teria jogado pedra numa viatura da Polícia Civil e no carro de uma enfermeira que trabalha na UPA – Unidade de Pronto Atendimento, o que teria lhe valido uma primeira detenção, com o caso sendo considerado como de Saúde Pública, devido a dependência com drogas, com o consequente encaminhamento. A Polícia Militar também chegou até I.C.S. através de sua bicicleta, a mesma em todos os casos, mas no momento da captura o suspeito conseguiu fugir, com a sua bicicleta sendo apreendida.

São vários os motivos que levaram a cidade a enfrentar essa onda de violência; Crise Financeira no país, a falsa ideia de prosperidade devido ao crescimento, o cancelamento da criação da Guarda Civil Metropolitana e a redução no contingente da Atividade Delegada por parte da Prefeitura.

Furto Ótica Ponto de Vista 3

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *