O Deputado Estadual Antonio Carlos Júnior visitou a sede da Artesp – Agência Reguladora dos Transportes no Estado de São Paulo – localizada na cidade de São Paulo na tarde de quinta-feira – 28 de Fevereiro – para formalizar o seu pedido de adequação de velocidade na Rodovia dos Tamoios – SP-99. A agência prometeu estudar o assunto.

Antonio Carlos Júnior estava acompanhado de seu Assessor Jurídico, Marcelo Paiva e do seu Chefe de Gabinete, João Gustavo, além do Presidente da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo – Alesp – Cauê Macris, que recentemente encampou o pedido do Deputado representante do Litoral Norte na tentativa de resolver esta questão.

Pela Artesp a Comitiva de Parlamentares e Assessores foram recebidos pelo Presidente da agência, Giovanni Pengue Filho e pelo Diretor de Operações, Alberto Silveira Rodrigues, além de sua Assessoria Técnica.

O Deputado baseia o seu pedido de adequação pelo fato da Rodovia, no seu trecho de planalto, estar praticamente pronta, com guard-rails em boa parte de seu percurso, com leito carroçável de qualidade, com a remodelação das curvas mais perigosas, com passarelas em vários trechos, acessos mais definidos, um maior número de contornos e um maior número de pistas nos dois sentidos. Para Antonio Carlos Júnior é inaceitável estabelecer velocidades máximas que vão de 60 a 80 Km/h, quando se pode desenvolver uma maior velocidade com segurança. O
Deputado quer a velocidade máxima em 100 Km/h. Atualmente os motoristas são facilmente multados, seja pelos radares da Concessionária Tamoios, seja pelos radares do DER – Departamento Estadual de Estradas e Rodagens.

Durante a audiência Giovanni Pengue explicou que os radares da Concessionária são de responsabilidade deles, sendo obrigatória a existência de placas e avisos, tanto da velocidade máxima quanto da sua existência. Já os radares móveis são de responsabilidade do DER e este é o ponto de discórdia sobre o assunto, pois o Deputado não concorda de maneira alguma com esta prática, que transforma a rodovia numa indústria de multas. Ao mesmo tempo Pengue Filho informou que a não instalação, até o momento, de algumas passarelas, emperra a liberação imediata da solicitação do Deputado Antonio Carlos Júnior.

Para tentar resolver esta questão o Deputado Cauê Macris, Presidente da Alesp, que havia encampado esta ideia, informou que irá marcar uma audiência com o Secretário dos Transportes do Estado, João Otaviano, para chegar a um ponto comum, liberando a nova velocidade.

Para o Deputado a união de todas as forças em prol de uma solução saudável e benéfica para os moradores do Litoral Norte é bem-vinda. “Estamos falando com todas as agências que cuidam dos Transportes e de Rodovias e tenho certeza que conseguiremos solucionar esta questão”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *