O Prefeito Toninho Colucci, bem como a Prefeitura de Ilhabela receberam recentemente premiação dada pela Rede Bandeirantes de Comunicação na categoria Eficiência Fiscal e Transparência para cidades entre 10 e 30 mil habitantes. Num país onde impera o desgoverno, o descontrole orçamentário e a corrupção se vê necessário quem cumpre com a Lei e presta contas aos eleitores e nada melhor do que premiar quem realmente merece, no caso Ilhabela, que coloca o nome da cidade e do Litoral Norte no patamar de referência. A premiação foi em âmbito estadual e agora a cidade concorre na mesma categoria a nível Brasil.

Para ser premiada, seja em âmbito estadual ou nacional é necessário, além de figurar na categoria pelo número de habitantes são avaliados itens como Percentual de Endividamento, Autonomia Fiscal, Capacidade de Investir, Investimento Per Capita, Resultado Fiscal e Índice de Transparência e Aderência ao Plano de Contas. Ilhabela venceu as cidades de Louveira e São Pedro para receber a honraria, que foi entregue pelo Diretor Regional do Grupo Bandeirantes, Rodrigo Neves, que já dirigiu a emissora em Taubaté e São José dos Campos.

Como já afirmamos, num país como o Brasil é necessário premiar quem é honesto e respeitador das Leis, quando isso deveria ser uma obrigação de toda Prefeitura e dos homens públicos que a dirigem e neste caso quem leva vantagem é Ilhabela e por conseguinte, a gestão do Prefeito Toninho Colucci.

A obrigação da transparência nas contas públicas, sejam elas Municipais, Estaduais ou Federais mostra aos eleitores e porque não, os moradores, o quanto Prefeituras e Governos Estaduais e Federais tem gasto com a manutenção, investimento e desenvolvimento de suas localidades. Além do quanto é gasto, no que é gasto é outro importante item e como é gasto. Exemplos podem ser citados quanto aos gastos com obras, compras de material de uso diário ou de manutenção. A transparência é a principal Prestação de Contas que um governo deve mostrar aos seus contribuintes que em caso de dúvidas, podem pedir informações aos seus Gerentes, no caso Prefeitos ou Governadores, acionando a Justiça quando acharem que existe algo de errado ou que não esteja de acordo com a realidade de sua comunidade.

No Jornalismo costuma-se dizer que ao negar uma informação é porque está escondendo algo, geralmente de teor grave, proibido e irregular. Na Transparência das Contas Públicas é o mesmo caso, a mesma maneira de pensar e agir e a gestão Colucci está levando a tese da Transparência ao pé da letra, o que vem a somar a Administração austera, de normas e atitudes severas que vem sendo tomadas desde que assumiu a sua terceira gestão à frente de Ilhabela, atitude esta que deveria ser tomada pela totalidade das Prefeituras e dos Governos Estaduais de toda nação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *