A Caiçara genuína Ariany Thayla Lippi, de 20 anos e pertencente a uma das famílias tradicionais de nossa cidade mora a dois anos em Maringá e tem o sonho de estudar Relações Internacionais com especialização em Terrorismo no exterior. O resultado foi receber aval de três Universidades americanas, além de outras duas onde o pedido está tramitando. Falta apenas a instituição para financiar os recursos necessários para concretizar o sonho.

Filha de José Roberto Lippi, Ariany mora há dois anos com o namorado em Maringá, no Estado do Paraná e trabalha num escritório de Engenharia Civil. O seu sonho de estudar Relações Internacionais começou no ano passado, quando pesquisou sobre Universidades Americanas que buscam estudantes de outros países. Após uma extensa pesquisa enviou pedido para diversas instituições, obtendo resposta imediata de três delas e ainda aguarda a resposta de outras duas.

Até o momento responderam favoravelmente a Universidade de Auburn, no Alabama, a Universidade da Carolina do Sul e a UCF – Universidade Central da Flórida. Ariany ainda aguarda a resposta da American University em Washington e a UIC – University Illinois of Chicago. Antes de conseguir o aval e na espera de outras respostas, fez um curso a distância na UC – University of Califórnia Irvine – San Diego. As instituições oferecem cursos de quatro anos sobre o assunto e tem início em abril do próximo ano.

Ariany Lippi foto1

O curso de Relações Internacionais estuda os países quanto a sua Legislação, Cultura, Política, Economia, Geografia e Diplomacia e a busca da especialização em Terrorismo vem do fato de que os problemas decorrentes do terror tem base na Economia. Antes de receber a liberação já andou estudando sobre os grupos Terroristas Al Qaeda e Estado Islâmico. Para Ariany e de acordo com os seus estudos o Terrorismo tem como base, mais do que a agressão, os interesses econômicos seguido do social e da religião.

Para chegar a aceitação pelas Universidades Americanas Ariany Lippi enviou 350 e-mails para diversas instituições e sua base escolar foi totalmente em escolas públicas como a José de Castro Galvão no Ipiranga, a Dr. Eduardo no bairro do Tinga e a Colônia dos Pescadores no bairro do Indaiá. Até conseguir os valores necessários para cursar Relações Internacionais nos Estados Unidos Ariany fará um Intercâmbio na Inglaterra, em setembro, na cidade de Brighton, onde tentará ver valores e a possibilidade de tentar uma Universidade no Reino Unido.

O maior problema para Ariany efetivar seus estudos na Terra do Tio Sam são os custos das instituições. Segundo apurou a Anuidade nestas Universidades, com bolsa parcial para estudantes estrangeiros varia de US$ 23 a 29 mil, a Moradia em torno de US$ 6 mil/ano, a Alimentação em aproximadamente US$ 2 mil/ano, o Seguro é de US$ 2 mil/ano e a passagem de avião tem valores aproximados em US$ 1 mil. O total aproximado é de US$ 34 mil ou algo em torno de R$ 112 mil/ano ou ainda R$ 450 mil pelos quatro anos de curso se não houver uma grande variação do dólar no mercado.

Ariany Lippi foto2

Para conseguir concretizar o seu sonho Ariany andou buscando informações na Fundação Estudar e na Claire Lionel, mas alguns dos requisitos destas fundações não atingem o curso desejado por Ariany. No Brasil não há bancos ou empresas que financiem o curso pretendido no exterior e ela busca auxílio de algum mantenedor ou empresa particular que possa financiá-la em troca de trabalho ou pagamento a longo prazo.

 

Fotos: Ariany Lippi/Arquivo Pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *