A manutenção do poder e a gerência dos destinos de uma cidade está sujeita a algumas intempéries normais dentro dos parâmetros da Administração Pública. Em São Sebastião estes problemas não fogem a regra, pois o Estado de Direito está aberto a interpretações e para apurar alguns casos a Justiça se utiliza de ações Cinematográficas para obter informações que já foram enviadas. Estes problemas porém não tiraram o foco no desenvolvimento de São Sebastião, pois conta com um Felipe Augusto tranquilo e focado, mesmo que seja um Mar Revolto.

O país vive um momento aquecido pela divisão de opiniões, pela Pandemia do Covid-19 e por delicadas interpretações da Justiça perante o Estado de Direito, sendo o Corona Vírus o motivo de uma Operação Policial, feita em parceria com o Ministério Público a poucos dias, que contou com o fechamento de ruas, dezenas de viaturas e policiais do Baep – Batalhão de Operações Especiais Policiais – onde não faltaram Mandados de Busca e Apreensão em São Sebastião e outras cidades.

A Justiça tinha como objetivo arrecadar documentos sobre uma investigação relacionada a Superfaturamento na compra de equipamentos e serviços sobre esta doença que movimentou toda a nação. O que não se entende sobre o problema é que todo o material apreendido pelo Ministério Público já está sendo analisado pelo Tribunal de Contas, tendo alguns itens a comprovada lisura e legalidade do fato, mostrando que houve respeito à lei.

O foco e a tranquilidade do Prefeito Felipe Augusto se mostram visíveis quando após a visita da Polícia e do Ministério Público e a realização da Operação Mar Revolto, o Chefe do Executivo Sebastianense disse que abrirá uma Sindicância para apurar o que houve, mesmo com a análise do Tribunal de Contas e do Ministério Público, deixando tudo às claras, com extrema transparência para a justiça e os contribuintes locais. As tradicionais intempéries não afetaram em nada o dia-a-dia da gestão na cidade, visto que o Prefeito continua com os seus afazeres em prol do desenvolvimento e da melhoria da qualidade de vida no município.

Interpretações a parte, pois vivemos num Estado de Direito o que não pode acontecer é esmorecer, se retrair ou se deixar abater por fatos como este, pois são oriundos de denúncias de opositores, que fazendo a velha politicagem de sempre, tem por objetivo atrapalhar o bom andamento da atual gestão Sebastianense.

Foto: Depcom/PMSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *