Eu estou muito tranquilo, bem a vontade para falar sobre o meu passado, um momento que não desejo reviver. Simplesmente estou adorando contar para vocês o que passei naqueles momentos de devaneio, de luxúria, de uma vida imprestável. Dentre os momentos acho que este em especial você vai querer ler e acompanhar, que é o Sexo na vida de um Viciado.

Somos um quarteto super ligado e plugado. Nada fazemos durante o dia, não frequentamos a escola, temos relativamente tudo ao alcance de nossas mãos, não queremos trabalhar e não precisamos de dinheiro, pois temos quem nos financie, ou seja, quer vida mais vazia e recheada de Drogas das mais variadas.

Mas é claro que esta vida tem prazer, além do material, tem a vida sexual, pois mesmo sendo um nóia, apelido dado a viciados, somos filhos de Deus e olha que esta parte da ex-vida de merda era boa, muito boa, boa demais.

Como já havia dito, somos um quarteto. Eu, Cícero, Olívia e Simone, juntos e colados sempre. Olívia é uma loira de 19 anos, 1,70 de altura, olhos azuis e tem tudo que um homem pode desejar. Seios médios no formato de laranjas e totalmente naturais, Quadril largo, Pernas grossas, com culote, nem gorda nem magra, sou chato com estas coisas, com belíssimos olhos azuis.

Agora quero falar da Simone. Morena de 1,65 de altura, tipo Mignom, Bunda grande e empinada, Olhos amendoados, Seios fartos, 18 anos, Coxas grossas e toda Fitness. Enfim, são estas deusas que nos acompanham nas baladas noturnas com muita bebida e drogas das mais variadas. É bom lembrar que ninguém é de ninguém e não há atração delas para comigo ou o Cícero. Não pense também que bastou a noite chegar para transarmos, pois é necessário pegar no tranco, deixar a droga nos empolgar para tudo que o prazer nos reserva fluir.

Geralmente nossa noite começa com Tequila, Vodca e as vezes Vinho e Gim. As meninas esperam a hora de ficar “altinhas” para entrar nas drogas, já eu não e o Cícero pouco bebe, pois já quer se drogar logo no início da nossa Vibe. A atração de um pelo outro vem quando estamos ligados pois as meninas não vestem saias curtíssimas, transparências, decotes mega ousados. Na maioria das vezes vestem Jeans, Vestidos longos descolados e sempre usando Calcinha e Sutiã, dos mais bonitos e ousados, diga-se de passagem, mas só percebia isso quando eu ou elas tiravam a roupa. Não tinha outra parceira e não sentia vontade de transar que não fosse com a Olívia e a Simone.

Analisando a fundo, sexo é igual para todos e sendo assim, vou descrever apenas as melhores transas, que geralmente ocorriam quando o Cícero apagava e restava eu sozinho com as minhas Deusas. Olívia é mais Sedução, gosta de Strip-Tease e sempre me provoca, quando que Simone é mais caliente, adepta de uma transa selvagem. As vezes transava com uma, as vezes com outra, depende da vontade e do desejo do momento, mas por várias vezes transei com as duas, onde não faltava um amasso preliminar entre elas, para depois ser provocado por Olívia e puxado por Simone para um Ménage a Trois dos mais deliciosos, para acordar depois, as vezes na madruga, as vezes com o dia nascendo, ambos nus e extasiados. Isso é o que eu chamo de uma Tempestade Deliciosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *