O EMPRESÁRIO E A COMUNICAÇÃO

O Empresário e a Comunicação

Esta semana falaremos de um grande mal que assola o empresariado brasileiro, o da falta de conhecimento em comunicação. Na verdade este é um mal antigo, que vem sendo resolvido aos poucos e que terá sido solucionado dentro de alguns anos.

Este mal que aflige o empresariado brasileiro descende dos bancos universitários, pois boa parte dos formandos em Administração de Empresas ou Economia não tiveram a menor noção sequer em Comunicação. Agora imagine que se o problema vem do nível superior, no comércio do dia-a-dia, entre os prestadores de serviços ou autônomos este mal já é uma epidemia.

Esta falha foi apontada pela colunista Sonia Racy, do jornal O Estado de São Paulo em abril de 2004, que destacou a falta de conhecimento mínimo dos graduandos em Administração de Empresas e Economia. A mesma colunista mostra que devido a esta falha, boa parte do empresariado brasileiro não coloca sua empresa nos rumos da comunicação, perecendo por causa disso.

Gostaria de complementar a citada colunista, frisando que os formandos desta categoria também não tem noções de Administração Pública. Atualmente tenho informações, ainda não confirmadas que a USP – Universidade de São Paulo, abriu curso de Administração Pública, o que certamente trará um novo ânimo ao ramo.

O que gera a falta de conhecimento em comunicação a um empresário ou empreendedor? Geralmente as empresas dirigidas por estes empreendedores ficam sem rumo, não

atingem o público alvo, não vendem o produto, não conseguem lucro e quando se vêem a beira do caos, chamam um profissional e exigem dele soluções imediatas, ou seja, que eles apaguem o incêndio de anos em dias.

Com o conhecimento necessário o empresário saberá o que fazer, quem chamar e o que deve ser solucionado, terá um direcionamento quanto ao público e o seu produto e os justos e bem vindos lucros.