O Povo é a razão de tudo. Sem uma população consciente e focada na ordem, no respeito às leis e no progresso não há como chegar no topo e muito menos ter respaldo para criticar políticos corruptos.

 

Habitação

Em Caraguatatuba existem unidades e Conjuntos Residenciais do Programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal, que abrigam mais de 500 famílias e pelo menos 2 mil pessoas.

 

Prestação

Para conseguir uma destas unidades foi necessário apresentar diversos documentos e estar apto a morar numa destas casas populares.

 

Pagamento

O pagamento mensal é irrisório e o seu plano abrange décadas de pagamento.

 

Restrições

Dentre as várias restrições impostas estão a proibição de aluguel e venda do imóvel, sendo passivo de perda da unidade.

 

Pente Fino

Recentemente autoridades ligadas as moradias populares receberam e estão investigando a sublocação, aluguel e até venda das casas na cidade. Caso seja comprovado o contemplado perde o imóvel para um que esteja em dia e quite com a documentação solicitada.

 

Razão

Eu pergunto agora como pode o povo pedir um país melhor, mais justo e honesto, sem corrupção e com políticos voltados para o interesse público e popular, se o próprio povo não pratica o bom senso, a honestidade e o caráter correto???

 

Início

O povo é o início de tudo, é a razão de uma vida correta e o bom exemplo a ser cobrado dos políticos.

 

Exemplo

De nada adianta você querer tirar vantagem, sonegar impostos, cometer transgressões e atos ilícitos, pelo fato dos políticos fazerem o mesmo e depois sair com cara de santo querendo um Brasil Melhor!!!

 

Desmentiu

E a Comunicação da Prefeitura mais uma vez alega que não falamos a verdade. Trata-se da coluna Blogueando intitulada Fogos, onde afirmamos que dentre o novo pensamento em soltar fogos sem som, a Prefeitura em pessoa quebrou a linha pulverizando o ambiente no Aniversário da Cidade.

 

Foi Outro

A Prefeitura alega que a única vez que os fogos foram utilizados durante os festejos não teriam sido eles os autores.

 

Primeira

Esta seria a primeira vez que terceiros lançam fogos numa festividade de Aniversário da Cidade. Como atualmente se joga com a adulteração da verdade, cabe ao leitor acreditar se quiser!!!

 

Mais Uma

Quero ver agora se vai haver desmentido ou alegação de que nossas fontes são mentirosas ou errôneas. Trata-se da Missa de Ação de Graças pelos 161 anos de Caraguá.

 

Missa

No programa de eventos relativo as festividades do município constava uma Missa de Ação de Graças na Matriz de Santo Antonio.

 

Bispo

Estranhamente o Bispo Diocesano não estava presente a cerimônia. Digo estranho pois normal e comumente aguarda-se a presença dele nestas cerimônias especiais fora da Igreja do Divino.

 

Vazia

Outra estranheza se mostra pela quantidade de público existente no dia e horário. Para uma Missa Solene e Especial como aquela a igreja estava vazia, quando a estimativa era de lotação acima da capacidade.

 

Apoio

Estranheza também foi a falta da famosa “Equipe de Apoio”, ou seja, os puxa-sacos de plantão que são obrigados e tradicionalmente comparecem junto com o staff nas cerimônias cívicas, políticas e porque não, religiosas.

 

Presença

E a maior estranheza foi a falta de Aguilar Pai, religioso tradicional e fervoroso que sempre apregoou suas convicções. Estavam presentes apenas o Prefeito e a Primeira-Dama, acompanhados do Chefe de Gabinete e do Presidente da Câmara.

 

Via Net

E antes que venham com mimimis de fontes ruins, de invenção ou mentira, ressaltamos que este colunista em pessoa constatou tudo, graças a transmissão ao vivo pela Internet feita por um Radialista da cidade.

 

Lembrança

Caso você ainda lembre da coluna do dia 4 de maio, use as alternativas redigidas ali para tentar entender a razão da falta de Bagre Pai.

 

Discurso

E ainda sobre a Missa dos 161 anos, em determinado momento o Pároco da Matriz chamou para o altar o Prefeito, que aproveitou para dizer algumas palavras. Só em Caraguá para um Padre quebrar o protocolo secular de Roma.

 

Erro

Analisando pelo lado popular, os católicos presentes não devem ter gostado da atitude. Pelo lado político e do Marketing o melhor seria ter colocado Bagre Jr. para fazer uma das leituras da missa, mas nunca, ter ido ao altar e fazer uso da palavra. Esta atitude mostrou um exagerado ato servil da igreja perante o estado!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *